O Conselho de Arbitragem (CA) de Federação Portuguesa de Futebol (FPF) reiterou hoje a obrigatoriedade dos árbitros reportarem quaisquer pressões que sejam alvo, numa mensagem enviada a todos os agentes do setor.

Após a reunião semanal e um dia depois de uma denúncia do Sporting, o órgão presidido por José Fontelas Gomes solicitou a árbitros, árbitros assistentes, observadores e demais agentes de arbitragem que denunciem quaisquer situações que possam danificar a boa imagem do setor ou limitem a sua liberdade de ação.

Contactada pela agência Lusa, fonte do CA da FPF confirmou o enviou do email, sem revelar o conteúdo do mesmo.

Na segunda-feira, o Sporting, na página do seu departamento de comunicação no Facebook, deu conta de algumas “pressões” feitas a agentes da arbitragem.

“Temos recebido relatos de que elementos ligados à arbitragem começam a ser ‘ameaçados’ de poder perder os seus trabalhos fora do futebol se ‘as coisas não voltarem ao que eram’. Estas ‘pressões’ estarão a ser feitas pelos próprios patrões e/ou superiores hierárquicos. A estar a suceder é absolutamente execrável e nós estaremos atentos, denunciando toda e qualquer situação. Não vão conseguir parar a mudança fundamental no futebol!”, lê-se na mensagem ‘leonina’.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.