O Benfica continua a acreditar que Alejandro Grimaldo vai continuar de águia ao peito para lá de 2022/23, apesar de o contrato do lateral-esquerdo com as águias terminar no final da época, mas as negociações para a renovação do vínculo não estão fáceis.

Quem o diz é o jornal 'A Bola' na sua edição desta quinta-feira, que escreve que existe ainda uma grande distância entre o que o Benfica está disposto a oferecer e o que Grimaldo deseja receber. De acordo com aquela publicação, o espanhol recebe atualmente cerca de 1,5 milhões de euros, um valor bem distante do que é pago aos jogadores que se encontram no topo da pauta salarial do Benfica, como João Mário, David Neres ou Nicolás Otamendi.

Grimaldo pretenderá ficar mais perto dos valores auferidos por esses colegas, o que tem levado a um arrastar das negociações, face às intenções da direção da SAD do Benfica de reduzir a folha salarial, explica 'A Bola' que, contudo, ressalva que as águias poderão vir a acabar por fazer um esforço financeiro para segurar o jogador.

Esta temporada, Grimaldo, que chegou ao Benfica na temporada de 2015/16, soma cinco assistências e três golos em 25 jogos, sendo peça indispensável as escolhas de Roger Schmidt. A partir da janeiro, porém, poderá negociar e comprometer-se com outras equipas para a temporada 2023/24.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.