Sebastian Corchia chegou ao Benfica, treinou, e lesionou-se. O lateral francês teve o azar de se lesionar num dos primeiros treinos em que participou sob as ordens de Rui Vitória, ao sofrer uma lesão no joelho esquerdo, que o obrigou a ser operado.

O jogador que chegou emprestado pelo Sevilha teve de ser sujeito a ma artroscopia que o obriga a ficar parado um mês. "Nem queria acreditar no azar que tive. Cheguei a 100% e com uma enorme vontade de jogar no meu novo clube e depois tive azar com o joelho", começou por dizer ementrevista ao Goal.com.

"Estou frustrado e triste, porque não posso ajudar a equipa. Mas vou transformar as minhas emoções em energia extra, e vou trabalhar arduamente para regressar o mais rápido possível. Os médicos prevêem paragem de quatro semanas. Mal posso esperar por jogar neste grande clube", acrescentou.

"Não é típico de mim. Na última época, também me lesionei no Sevilha e falhei metade da temporada, mas nunca me lesionei assim em toda a minha carreira. Normalmente, jogo todos os jogos. Na época anterior, joguei todos os 38 jogos do Lille para a Ligue 1", atirou.

O internacional francês abordou ainda a escolha do Benfica que considera ser um "clube com grandes ambições".

"É um clube de topo e vim para dar tudo com a missão de vencer títulos. É uma honra e um orgulho usar a camisola de um dos maiores clubes de Portugal e que também na Europa tem grande historial. Quero ganhar títulos e o Benfica é o clube perfeito para isso. Ganhar faz parte do ADN do clube, senti isso desde o primeiro momento", referiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.