O treinador do Nacional, Costinha, disse hoje "esperar uma tarefa difícil" na receção ao Tondela, no sábado, num jogo da 24.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol que espera vencer.

Na antevisão ao encontro, marcado para as 15:30, o treinador do Nacional apontou como objetivo que a sua equipa "faça um bom jogo", diante do Tondela que, “por norma, cria muitas dificuldades".

"Queremos muito vencer", sublinhou Costinha, reconhecendo que o encontro "é muito importante", frente a um emblema que "se encontra na mesma situação".

Nacional e Tondela somam ambos 23 pontos, ocupando, respetivamente, as 15.ª e 14.ª posições, e empataram 1-1 na primeira volta.

"O confronto direto pode ser uma vantagem no final", vincou Costinha. O Nacional fez um bom jogo com o Feirense [vitória por 4-0] e com o Santa Clara [derrota por 2-0], no qual, infelizmente, não conseguimos retirar aquilo que queríamos do jogo", admitiu.

Apesar de contar com vários lesionados e com o médio Sérgio Marakis castigado, Costinha desvalorizou as ausências, prometendo "um ‘onze’ para jogar e sete para o banco, capazes de poderem dar o seu contributo à equipa e alcançar a vitória".

“O grupo está focado no objetivo", reiterou o técnico, assegurando que as metas vão ficar mais próximas se os jogadores tiverem "a ambição de fazer pontos em todos os jogos".

Costinha destacou as “individualidades” do Tondela, em particular o defesa central Ricardo Costa, sublinhando que o próximo adversário “vale pelo seu todo, com consistência e uma boa transição ofensiva".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.