O lateral-esquerdo Joel Ferreira e o defesa-central Dankler, que se vão estrear esta época no Estoril-Praia, garantiram hoje que vão trabalhar para conquistarem os seus lugares na equipa.

Joel Ferreira, que se vai estrear este ano na I Liga de futebol depois de assinal com o Estoril-Praia por três épocas, considerou que a evolução na carreira representa "um grande passo".

"Há dois anos estava a competir no campeonato de seniores e no ano passado na II Liga, por isso, como é óbvio, é um grande motivo de felicidade chegar à I Liga e logo num clube como o Estoril-Praia", afirmou.

O jogador português de 24 anos não escondeu que a ambição de chegar ao campeonato principal de futebol era antiga e que até já tinha tido oportunidades.

"Queria ter chegado aqui mais cedo, porque nós trabalhamos para isso e até houve oportunidade, mas cheguei agora e tenho é que desfrutar e trabalhar. O que eu vou fazer é trabalhar para jogar, todos nós trabalhamos para conquistar o nosso espaço e para crescer cada vez mais", sustentou.

Sobre as expetativas para a época, Joel Ferreira afirmou que o Estoril-Praia está centrado em "fazer um campeonato tranquilo" e que "chegar a um lugar europeu seria ótimo".

Também o defesa-central Dankler, que chegou ao Estoril-Praia na época passada, mas que não foi utilizado em qualquer jogo, disse estar já adaptado e prometeu ganhar o seu espaço.

"Na temporada passada fiquei três meses à experiência. Tentei adaptar-me o mais rápido possível e hoje já estou adaptado. Já havia outros defesas-centrais a jogar e então tive de respeitar o momento e hoje venho no início de temporada para trabalhar e procurar o meu espaço o mais rápido possível", sustentou.

Com a saída de Yohan Tavares e Bruno Miguel, o brasileiro assumiu que pode ter mais oportunidades, embora destaque a presença de Diakhité e "outras peças que ainda podem chegar à equipa".

Quanto aos objetivos do Estoril-Praia para a próxima época, Dankler sublinhou que o principal é permanecer na I Liga, mas sem deixar de ambicionar os lugares europeus.

Sem ter tido ainda oportunidade de se mostrar enquanto jogador, o defesa-central descreve-se como sendo "rápido, técnico e versátil", disponível também para outras posições.

Na época passada, a dupla de centrais dos "canarinhos" era Diego Carlos e Yohan Tavares, que já saíram da equipa, tornando-se agora uma "grande responsabilidade" para os jogadores que os poderão substituir.

"Estou preparado para isso, para assumir essa responsabilidade, e fazer o bom trabalho que eles fizeram na época passada", concluiu Dankler.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.