O FC Porto arrancou a segunda volta da I Liga tal como fez na primeira: a golear. Os campeões nacionais foram até Trás-os Montes bater o Desportivo de Chaves por 4-1, num jogo onde brilhou Soares. O brasileiro fez um hat-trick e vai moralizado para o jogo com o Benfica, da próxima terça-feira, para a meia-final da Taça da Liga. O outro tento foi um autogolo de Nuno André Coelho, depois de Diego Gallo ter reduzido, de grande penalidade. Este é o melhor resultado do FC Porto fora de casa na Liga esta época.

Veja as melhores imagens do jogo

O FC Porto demorou 20 minutos até acertar o passo para lá do Marão. O jogo com o Desportivo de Chaves, de abertura da segunda volta, trazia muitas questões, como a de saber se Sérgio Conceição ia poupar algum elemento, já a pensar no jogo da próxima terça-feira com o Benfica, para a Taça da Liga. Face as ausências de Maxi e Danilo, por lesão, o técnico desfez a dupla de centrais, mantendo Pepe no onze e colocando Éder Militão na direita, no regresso ao 4-4-2. Brahimi, recuperado, entrou no onze.

Mérito para Tiago Fernandes, técnico dos transmontanos, que montou uma equipa muito compacta, com 11 jogadores a defenderem no seu meio-campo, zona onde apenas pressionavam o FC Porto. Com uma defesa muito subida e as linhas defensiva, média e avançada muito próximas umas das outras, o aglomerado de jogadores do Desportivo de Chaves ia travando as investidas dos 'dragões', roubando-lhes espaço, sem descurar o ataque. Luther tinha deixado Casillas com as luvas a 'arder' aos 14, William tinha assustado aos 19.

Mas em dois minutos o FC Porto desfez a muralha. António Filipe ainda negou o golo a Marega aos 23 mas, no minuto seguinte, não evitou o 1-0 de Soares, após canto que Marega desviou ao primeiro poste.

Numa equipa muito necessitada de pontos para sair da zona de rebaixamento, apenas Luther Singh parecia disposto a bater a muralha defensiva azul-e-branca. Numa dessas ocasiões, aos 42, viu Casillas negar-lhe o empate com uma grande defesa, num remate fortíssimo do sul-africano. Mas mesmo a terminar o primeiro tempo, Soares deu uma 'machadada' nas aspirações flavienses com o 2-0, novamente a desviar na pequena área um centro de Marega. Brasileiro a bisar nos golos, o maliano nas assistências.

No regresso após o descanso, cedo os campeões nacionais começaram a fazer a gestão do jogo. Sem abdicar de atacar, o FC Porto ia gerindo o encontro, sem forçar muito, com o Chaves na expectativa. Conceição é que teve uma contrariedade quando teve de tirar o lesionado Felipe para lançar Mbemba aos 66 minutos. O congolês foi para lateral direita, Militão voltou ao eixo da defensiva.

A fria noite transmontana parecia agradar a Soares, que voltou a marcar aos 66 minutos, num lance simples: Herrera descobriu Corona ao segundo poste, o extremo mexicano entrou bem, colocou na pequena área para Soares fazer o 3-0. Tudo muito fácil. Aproveitou Conceição para, com o conforto do resultado, fazer descansar Brahimi, lançando Fernando Andrade em jogo, aos 72 minutos.

Tiago Fernandes, que tinha lançado Niltinho e Erden Sen nos lugares de Costinha e André Luís, ganhou novas esperanças em lutar pelos pontos quando Bruno Gallo reduziu, na transformação de uma grande penalidade assinalada por Nuno Almeida, de Pepe sobre William, aos 76 minutos.

Mas foi 'Sol de pouca dura' já que Fernando Andrade, que tinha desperdiçado uma grande oportunidade aos 80, teve papel importante no quarto dos 'dragões'. O brasileiro apareceu na cara de António Filipe, passou a bola por cima do guarda-redes. Na tentativa de cortar a bola, Nuno André Coelho acabou por introduzi-la na própria baliza. Ficou a pedir falta mas Nuno Almeida assim não entendeu. Antes, Soares tinha estado perto do 'póker' mas o seu cabeceamento saiu ligeiramente por cima, num livre estudo do FC Porto.

A equipa de Sérgio Conceição começa a Segunda Volta da I Liga tal como tinha arrancado a primeira: a golear. Os 'dragões' chegam aos 46 pontos.

Veja o resumo do jogo

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.