Diogo Costa viveu, segunda-feira, uma noite de grande nível, com várias defesas importantes em momentos decisivos na vitória por 2-0 de Portugal sobre o Uruguai.

E, se o guarda-redes de 23 anos do FC Porto estava já a ser seguido de perto por vários clubes ingleses antes do arranque deste Mundial 2022, essa cobiça parece ser agora cada vez maior.

De acordo com a edição desta terça-feira do jornal 'A Bola', o Chelsea estará na linha da frente dos muito interessados, estando mesmo disposto a desembolsar qualquer coisa como 70 milhões de euros para contratar Diogo Costa ao FC Porto já em janeiro, aquando da reabertura do mercado de transferências para a 'janela de Inverno'.

Segundo aquela publicação, o emblema de Stamford Bridge terá já mesmo iniciado conversas com Jorge Mendes, empresário de Diogo Costa, para averiguar em que condições um acordo eventual acordo poderia ser alcançado. Na baliza dos 'blues', o espanhol Kepa e o senegalês Edouard Mendy têm, esta temporada, alternado a titularidade, longe de realizarem exibições do nível que já lograram no passado.

Mas o Chelsea não é o único interessado em Diogo Costa entre os clubes da Prmier League, com Manchester United, onde o titular de longa data, David de Gea é frequentemente contestado, e Tottenham, à procura de um sucessor para o veterano Hugo Lloris, igualmente interessados.

Diogo Costa, recorde-se, renovou recentemente o vínculo com o FC Porto, tem agora contrato com os dragões até junho de 2027 e uma cláusula de rescisão de 75 milhões de euros. Pela equipa principal dos azuis e brancos, pela qual se estreou em setembro de 2019, soma 87 jogos, 19 dos quais esta temporada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.