Antes de dar início à 30.ª edição dos Dragões de Ouro, Diogo Dalot falou o que sente ao receber o prémio de jovem atleta do ano.

“É sempre bom ouvir elogios, alguns mais construtivos do que outros. Essa responsabilidade só me dá mais motivação. Quero chegar ao mais alto nível. Dragão de Ouro? É um orgulho enorme. Com apenas 18 anos, conseguir um troféu tão prestigiado é um orgulho e mais um sonho cumprido. Ver tantas caras que já o venceram faz com que seja um orgulho enorme”, referiu o defesa português de 18 anos.

Dalot contou ainda que a rotina diária não o faz esmorecer: “É uma rotina, as viagens para o Porto foram desde cedo uma rotina. Quem corre por gosto não cansa e eu não estou cansado", afirmou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.