Filip Djuricic esteve uma época a trabalhar com Jorge Jesus (2013/14) e este ano acabou emprestado ao Mainz, na primeira parte da temporada, e ao Southampton desde janeiro passado.

O médio sérvio confessa-se desiludido com o facto de ter tido poucas oportunidades ao serviço dos encarnados, principalmente depois de ter optado pelo clube da Luz quando tinha várias propostas nas mãos.

"Para lhe dizer a verdade, não [esperava ser emprestado]. Pensava em ficar por um longo período. É claro que estou desiludido pela temporada no Benfica. Não foi a ideal e saí, por empréstimo. Principalmente porque escolhi o Benfica entre outras dez opções. Mas, desde o início, só quis o Benfica. (…) Ainda é difícil dizer se foi um erro. Quem sabe o que pode acontecer no futuro", afirmou em entrevista ao jornal Record.

O futebolista de 23 anos realçou o bom início de temporada que teve no ano passado e apontou o dedo a Jorge Jesus, lembrando que este não confiou nas suas capacidades.

"Sinto que o Rui Costa me queria. Ele demonstrou-o. No início, não foi tão mau. Joguei e a equipa começou bem a temporada. Mas, no final, não ficaram satisfeitos comigo. O treinador não confiava em mim. Não tinha fé em mim. Os adeptos, todas as outras pessoas no clube, as pessoas à volta do clube… Todos acreditavam em mim, à exceção do treinador. Mas o que se pode fazer perante isso? No final, não foi como me prometeram, para ter uma oportunidade".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.