A segunda derrota da época no último jogo da temporada deixou ainda mais fragilizada a posição de Nuno Espírito Santo no Dragão e o adeus ao FC Porto ficou sentenciado esta segunda-feira, após uma reunião com a direção do clube azul e branco.

De acordo com o jornal Record, a derrota em Moreira de Cónegos não foi determinante para acentuar a frágil posição do treinador do FC Porto, que tem contrato com o clube até 2018, sendo que Nuno Espírito Santo já não reunia o consenso entre a direção do clube.

No final do jogo em Moreira de Cónegos, o técnico fez questão de frisar que se iria sentar à mesa para procurar o melhor futuro para todos.

"É altura de nos olharmos nos olhos e falarmos sobre o projeto. O FC Porto merece o expoente máximo. Temos a responsabilidade de procurar o melhor futuro para nós", afirmou Nuno Espírito Santo depois da derrota por 3-1 com o Moreirense.

O casamento entre FC Porto e Nuno Espírito Santo acabou mais cedo do que previsto, uma vez que contrato entre as duas partes terminava apenas em junho de 2018.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.