Em entrevista ao jornal Record, Vítor Pereira falou sobre todos os temas quentes em torno da arbitragem, nomeadamente a polémica em torno das prendas oferecidas aos árbitros denunciada pelo Sporting.

"Se acho que se fez uma tempestade num copo de água? Acho que são ações que se inserem em estratégias para ganhar o campeonato. Se são mais ou menos corretas, não me compete qualificar", afirmou o presidente da comissão de arbitragem.

O dirigente referiu ainda que é uma situação normal os árbitros receberem "réplicas de camisolas ou galhardetes" e garante nunca reportou as ofertas que recebeu enquanto árbitro. "Nem eu nem ninguém», garantiu. «Não se reporta uma coisa dessas".

"Não acredito que algum árbitro se sinta incomodado, coagido ou que numa próxima arbitragem possa ter beneficiar ou prejudicar por ter recebido ou não. Se me pergunta se os árbitros gostaram de receber a camisola do Eusébio, acredito que sim", acrescentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.