Entrada demolidora do FC Porto na I Liga, com uma goleada por 5-1 na receção ao Marítimo, que acabou por pagar caro os erros cometidos na saída de jogo. Uma semana depois do 'bis' em Aveiro, Taremi voltou a estar em grande nível com mais dois golos (12 e 42 minutos) que ajudaram a tranquilizar o Dragão, depois de uns minutos iniciais mais complicados. Evanilson (40), Marcano (68) e Toni Martinez (76) completaram a goleada de mão cheia, com Cláudio Winck a reduzir para os insulares já na reta final do encontro.

Veja o resumo

Sérgio Conceição repetiu o onze da Supertaça, com exceção da baliza, onde regressou Diogo Costa para o lugar de Marchesín, que entretanto rumou ao Celta de Vigo. Danny Loader, que já tinha sido a grande surpresa em Aveiro, voltou a ser aposta do treinador azul e branco.

O Marítimo não se deixou intimidar pelo campeão nacional e logo aos três minutos Bruno Xadas, com um remate do meio da rua, levou a bola a beijar a trave da baliza portista. Aos 10’ Joel Tagueu intercetou um mau atraso de Marcano e ficou na cara de Diogo Costa, mas o guardião dos azuis e brancos evitou o pior.

Entrava bem no jogo o conjunto insular, mas é certo e sabido que, ao mínimo erro, o FC Porto não ia perdoar. Pois bem. Aos 12’ Zaidu ganhou a bola a Winck, deu para Evanilson que encontrou Taremi solto pela direita, com o iraniano a rematar rasteiro para o fundo das redes.

O golo deu mais tranquilidade ao FC Porto, que continuou a procurar a baliza contrária. Aos 21’ Evanilson aproveitou um mau alívio da defesa do Marítimo para bater Miguel Silva, mas havia fora de jogo do brasileiro.

Os insulares ainda tentaram responder por Joel Tagueu (33’), a cabecear na área para boa defesa de Diogo Costa, mas o FC Porto dizimou qualquer esperança do adversário com dois golos em dois minutos.

Aos 40’ Uribe, com um passe sensacional, descobriu João Mário em desmarcação, o lateral cruzou atrasado e Evanilson rematou para o segundo dos dragões (desta vez a contar). Logo a seguir, Beltrame errou ao sair a jogar, Danny Loader recuperou e atirou de meia distância para defesa apertada de Miguel Silva, mas Taremi, na recarga, fez o 3-0.

Com o jogo bem encaminhado, o FC Porto viu Evanilson desperdiçar mais um golo no arranque da 2.ª parte, na sequência de um erro de Bruno Xadas. Aos 61' Marcano deixou Taremi na cara de Miguel Silva, mas o iraniano preferiu assistir Evanilson com um cruzamento que não saiu bem.

Já depois de um remate perigoso de Miguel Sousa, o FC Porto acordou para a reta final do jogo e Iván Marcano, quase um ano depois, voltou a marcar pelos dragões. Galeno, que tinha acabado de entrar, rematou de fora de área, a bola desviou num adversário e sobrou para Marcano, que cabeceou para aumentar a vantagem portista.

Toni Martínez, também ele saído do banco de suplentes, completou a mão cheia de golos com um desvio de cabeça, após cruzamento de João Mário da direita (76'). Ainda antes dos 90, o Marítimo conseguiu chegar ao (merecido) golo de honra, aproveitando uma bola perdida na área portista para Winck, à meia-volta, bater Diogo Costa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.