O treinador Sérgio Conceição assumiu na quinta-feira o comando do seu histórico particular face ao Benfica, ao derrotar em casa os ‘encarnados’, agora comandados por Nélson Veríssimo, por 3-1, na 16.ª jornada da I Liga.

Uma semana após o ‘fulminante’ 3-0 para a Taça de Portugal, no que foi o último jogo das ‘águias’ sob o comando de Jorge Jesus, que abandonou o clube da Luz na terça-feira, o treinador do FC Porto alcançou o 10.º triunfo perante o Benfica, em 23 jogos.

Frente aos ‘encarnados’, Sérgio Conceição soma agora 10 vitórias, quatro empates e nove derrotas (27-26 em golos) e está invicto há oito jogos, um deles frente a Nélson Veríssimo, que já tinha comandado o Benfica na reta final da época 2020/21.

Depois do 1-2 caseiro em 02 de março de 2019, dia em que João Félix e Rafa ‘viraram’ o golo inicial de Adrián López, ‘catapultando’ o Benfica para o título 2018/19, Conceição soma seis vitórias e dois empates face aos lisboetas.

Em 2019/20, conduziu o FC Porto a dois triunfos no campeonato (2-0 fora e 3-2 em casa), face a Bruno Lage, e à vitória na final da Taça de Portugal (2-1 em campo neutro), em 2019/20, frente a um conjunto comandado por Nélson Veríssimo, que disputou nessa altura o seu único embate face aos portistas como técnico.

Num embate disputado em Coimbra, à porta fechada, culpa da pandemia da covid-19, em 01 de agosto de 2020, o FC Porto ficou com 10 unidades após 38 minutos, face à expulsão do colombiano Luis Díaz, mas, ainda assim, venceu por 2-1.

Sem o treinador Sérgio Conceição no banco, também expulso por Artur Soares Dias (43 minutos), os ‘dragões’ venceram com dois tentos do central congolês Mbemba (47 e 57), de nada valendo aos ‘encarnados’ o penálti do brasileiro Carlos Vinícius (84).

Depois, na época transata (2020/21), já frente a Jorge Jesus, somou um triunfo na Supertaça (2-0 em Aveiro) e dois empates na I Liga (1-1 em casa e fora).

Na quinta-feira da semana passada, os ‘dragões’ impuseram-se por 3-0 no Dragão no primeiro duelo de 2021/22, para os oitavos de final da Taça de Portugal, com dois golos de Evanilson e um de Vítor Ferreira. O brasileiro foi expulso sobre o intervalo, ‘impedindo’, talvez, uma goleada histórica.

Com este resultado, Sérgio Conceição reforçou também o impressionante histórico, como treinador do FC Porto, face ao Benfica, que se cifra em oito vitórias, três empates e apenas duas derrotas, com 22 golos marcados e 10 sofridos.

O FC Porto venceu esta quinta-feira o Benfica por 3-1, no jogo que fechou a 16.ª jornada da I Liga de futebol, resultado que lhe permite recuperar o primeiro lugar, com os mesmos 44 pontos do Sporting, segundo.

Uma semana depois de terem derrotado as 'águias' para a Taça (3-0), em jogo que ditou o afastamento de Jorge Jesus no comando técnico benfiquista, os 'dragões' voltaram a impor-se, desta feita com golos de Fábio Vieira, aos 34 minutos, de Pepê, aos 37, e de Mehdi Taremi, aos 69, tendo o Benfica ainda reduzido para 2-1 por Roman Yaremchuk, aos 47.

Com esta vitória, o FC Porto retoma o primeiro lugar da prova, com 44 pontos, os mesmos do Sporting, segundo, enquanto o Benfica fecha a ronda no terceiro lugar, com 37 pontos, menos sete do que o duo de comandantes e mais seis do que o Sporting de Braga, quarto.

Veja o resumo do jogo!

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.