O FC Porto terminou o mercado de verão com saldo positivo de mais de 57 milhões de euros. Os 'dragões' foram o clube com o quarto melhor resultado, entre despesas e receitas de transferências, segundo contas do 'Transfermarkt'.

Os azuis-e-brancos apenas ficaram atrás do Bayer Leverkusen (65,15 ME positivos), Ajax (60,25 ME) e Lille (57,7).

São números importantes para o FC Porto, que tenta reencontrar o equilíbrio financeiro, numa altura em que o clube continua sob alçada do fair-play financeiro da UEFA, algo que o limita no mercado de transferências e na inscrição de atletas nas provas na Europa (menos quatro jogadores na lista principal).

Nas vendas, o FC Porto transferiu Fábio Silva para o Wolverhampton por 40 milhões de euros, Allex Telles foi vendido ao Manchester United por 15 milhões de euros. Danilo, rende no imediato, quatro milhões de euros. Também Zé Luís (para o Lokomotiv de Moscovo por sete milhões), Tiquinho Soares (para o Tianjin Teda por 5,4 milhões), Osorio (para o Parma por 4 milhões) e Jorge Fernandes (para o Vitória SC por 250 mil) ajudaram o FC Porto a chegar aos 75,65 milhões de euros, menos 770 mil euros do que o Benfica alcançou.

Nessas contas não são contabilizadas os 20 milhões de euros que o clube irá receber no final desta época, por Vitinha, transferido para o Wolverhampton, e ainda os 16 milhões de euros que poderá receber por Danilo, se o médio conseguir determinados objetivos no PSG.

Apesar da chegada de 10 reforços, o FC Porto investiu menos esta época. Os 'dragões' contrataram Carraça e Cláudio Ramos a custo zero e receberam, por empréstimo, Malang Sarr, Marko Grujic e Felipe Anderson, craques que chegaram de Inglaterra no último dia do mercado de transferências.

Ao todo, foram investidos cerca 23 milhões em reforços para Sérgio Conceição: Zaidu , Nanú , Mehdi Taremi e Toni Martínez chegaram da Primeira Liga, enquanto que Evanilson, transferência mais cara do FC Porto neste defeso, chegou proveniente do Brasil, por 7,5 milhões de euros, a transferência mais cara do clube.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.