O previsível fim de carreira de Iker Casillas obriga o FC Porto a ir ao mercado para reforçar a posição de guarda-redes. Até ao momento, vários nomes têm sido apontados aos portistas, mas ainda nenhum se tornou oficial.

O jornal A Bola escreve este domingo na edição impressa que os dirigentes portistas voltaram a virar-se para Tomás Koubek, isto depois do guardião do Rennes ter sido 'descartado' dadas as elevadas exigências dos franceses.

De acordo com o desportivo, o clube gaulês exige pelo menos 10 milhões de euros para deixar sair o guarda-redes checo, mas a SAD liderada por Pinto da Costa apenas está disposta a avançar com nova oferta na casa dos 7 a 8 milhões de euros.

Freif, do Slovan Bratislava, Julian Pollersbeck, do Hamburgo, e Gianluigi Buffon tem sido outros guarda-redes apontados aos vice-campeões nacionais.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.