O FC Porto perdeu esta segunda-feira a liderança do campeonato nacional ao somar a segunda derrota da época no Estádio do Restelo frente ao Belenenses por 2-0. Nathan e Maurides marcaram os golos do triunfo do Belenenses.

Na visita ao Estádio do Restelo, Sérgio Conceição apresentou algumas novidades no onze titular do FC Porto. Com a ausência de Marcano devido a castigo, o técnico portista apostou na estreia de Osório ao lado de Felipe e no regresso de Alex Telles para o lado esquerdo da defesa do FC Porto. No meio-campo, Herrera e Brahimi foram também titulares, assim como Tiquinho Soares.

O Beleneneses de Silas apresentou-se frente ao FC Porto com uma alteração significativa perante a ausência de André Sousa com Ahmon Persson a titular ao lado de Yebda, num meio-campo constituído ainda por Bakic. Na baliza, o técnico dos 'azuis do Restelo' apostou no regresso de André Moreira à titularidade na baliza depois do guarda-redes ter falhado o jogo da última jornada com o Moreirense devido a uma lesão num joelho. De resto, o Belenenses apresentou a dupla de centrais Vicent Sasso e Gonçalo Silva, com Hanin a lateral esquerdo e Diogo Viana a lateral direito. No ataque, Fredy teve como apoio Nathan e Licá.

No encontro que assinalou o milésimo jogo profissional de Iker Casillas, o FC Porto entrou determinado em chegar à vantagem no marcador, e para isso tomou desde muito cedo de 'assalto' o meio-campo adversário com Herrera e Sérgio Oliveira a impor o ritmo de jogo dos visitantes.

Apesar do domínio do FC Porto, o Belenenses não abdicou do ataque e aproveitou a vertigem ofensiva do adversário para explorar as transições rápidas de forma a tomar de assalto a baliza de Iker Casillas. Com muitos jogadores atrás da linha da bola, a formação comandada por Silas ia conseguindo anular a forte pressão dos avançados do FC Porto. Contra a corrente do jogo, o Belenenses acabou por abrir o marcador depois de uma falha de comunicação incrível entre Marcano e Osório. Os centrais do FC Porto atrapalharam-se numa disputa de bola e permitiram a Nathan isolar-se frente a Iker Casillas. O extremo do Belenenses não desperdiçou a oportunidade e com um toque de classe 'picou' a bola por cima do experiente guardião espanhol.

A perder por 1-0, o FC Porto intensificou a pressão e esteve perto de igualar o marcador por diversas vezes, mas Tiquinho Soares e Aboubakar não conseguiram ultrapassar a 'muralha defensiva' do Belenenses.

Até ao intervalo, o Belenenses conseguiu aguentar a pressão do adversário e segurar a vantagem tangencial para o segundo tempo.

No segundo tempo, o FC Porto entrou novamente determinado em chegar ao golo com uma aposta clara no jogo direto e nos cruzamentos para a área adversária onde os centrais Persson e Sasso mostraram boa leitura de jogo e velocidade na antecipação. Quando não eram os defesas do Belenenses a tirar o perigo da baliza era o próprio André Moreira a afastar o perigo com intervenções determinantes.

Aos 56' minutos, Sérgio Conceição fez uma dupla substituição ao lançar no jogo Gonçalo Paciência e Paulinho para os lugares de Aboubakar e de Maxi Pereira. O FC Porto continuava a dominar o jogo e à procura do golo do empate, mas André Moreira mostrava-se intransponível e com três grandes intervenções seguidas negou as intenções de Ricardo Pereira, Felipe e Gonçalo Paciência.

À imagem do que aconteceu na primeira parte, o Belenenses, contra a corrente do jogo, fez o 2-0  aos 70' minutos por intermédio de Maurides. Falta assinalada no lado esquerdo do ataque do Belenenses, Fredy foi chamado à conversão e com um cruzamento tenso colocou a bola na cabeça de Maurides que na 'cara' de Casillas fez o 2-0.

A perder por 2-0 e a jogar contra o cronómetro, o FC Porto continou à procura do golo em desespero, mas sem sucesso. A 'muralha defensiva' do Belenenses manteve-se intransponível e mesmo com seis minutos de compensação a equipa de Sérgio Conceição não conseguiu encontrar descernimento para chegar a um golo que relançasse o jogo.

Até ao final do jogo, o FC Porto tentou de tudo, mas acabou por sair do Restelo com a segunda derrota da época para o campeonato permitindo ao Benfica isolar-se no primeiro lugar com um ponto de vantagem. Já o Belenenses ultrapassou o Tondela na tabela classificativa e ocupa agora a 11ª posição.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.