O futuro de Maicon dificilmente passa pela continuidade no ‘Dragão’. O Central brasileiro, que está emprestado ao São Paulo, está na porta de saída e não faltam pretendentes que querem contar com o defesa.

O FC Porto está à espera que surjam ofertas concretas por clubes europeus, mas não deve contentar-se com valores abaixo dos 10 milhões de euros. Para o clube portista o central é um jogador com mercado e com o qual esperam ter retorno financeiro.

Por enquanto, Maicon continua emprestado ao São Paulo para onde rumou depois de um periodo mau com os ‘dragões’. A vontade do jogador passa por se manter no emblema brasileiro que vai disputar a meia-final da Taça Libertadores.

Desde que chegou ao São Paulo, Maicon tornou-se um dos jogadores mais influentes dentro do plantel. A importância do jogador brasileiro é tanta que o São Paulo quer prolongar o empréstimo de modo a manter o central até ao fim da ‘Libertadores’.

O FC Porto não rejeitou o prolongamento do empréstimo mas adiou a resposta à espera de propostas de transferência que possam chegar pelo brasileiro. Apesar da vontade de Maicon em ficar no Brasil, esta hipótese está cada vez mais longe de se realizar.

O clube liderado por Pinto da Costa insiste em receber 10 milhões de euros pelo jogador brasileiro, valores que o São Paulo não consegue oferecer.

Relembre-se de que o emblema brasileiro está num período de grandes dificuldades financeiras pelo que um investimento de 10 milhões de euros é um valor para além das posses do clube.

Os ‘dragões’ têm procurado novas opções para renovar o eixo da defesa para a próxima época. A saída de Maicon é visto como mais um passo da ‘limpeza’ que está a ser feita ao setor mais recuado do FC Porto.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.