O FC Porto entra em campo na Primeira Liga 2020/21 onde irá tentar defender o título e chegar ao bicampeonato. Os 'dragões' são, a par do Famalicão, a única equipa da prova que manteve o treinador que começou a época 2019/2020. Com restrições no mercado por ainda estar sob alçada do fair-play financeiro da UEFA, o FC Porto elegeu o mercado interno como o preferível para reforçar o plantel.

Saiba mais sobre o arranque da I Liga 2020/21

Entradas: mercado interno e reforços 'low cost'

Até agora, os campeões nacionais contrataram cinco jogadores para o plantel principal, quatro que estavam na I Liga na época passada e um no estrangeiro. A SAD liderada por Pinto da Costa investiu 7,5 milhões de euros na contratação do brasileiro Evanilson, avançado de 20 anos que militava no Fluminense.

Antes, tinha contratado quatro jogadores que já conhecem o mercado interno: Carraça, lateral direito ex-Boavista, e o guarda-redes Cláudio Ramos, ex-Tondela, chegaram a custo zero, após terminarem os seus vínculos com os anteriores clubes. O FC Porto pagou ainda quatro milhões de euros por Zaidu Sanusi, lateral nigeriano de 23 anos que estava no Santa Clara, e ainda contratou (valores não divulgados) Mehdi Taremi, avançado iraniano de 28 anos que brilhou no Rio Ave na época passada. Nos próximos dias deverá ser oficializado o avançado espanhol Toni Martinez, proveniente do Famalicão.

Até ao fecho do mercado outros jogadores podem chegar, dependendo também das saídas. A imprensa nacional fala na possibilidade de o central Nicolas Otamendi voltar ao Dragão. O argentino espera rescindir com o Manchester City nos próximos dias, ele que não conta para Guardiola.

Taremi é o reforço mais sonante do FC Porto
Taremi é o reforço mais sonante do FC Porto créditos: DR

Saídas: jóias a saírem, outros por resolver

Até ao final do mercado, a SAD do FC Porto tem muito trabalho pela frente, já que há muitos jogadores à espera de colocação. Para já, o FC Porto fez a maior venda nacional neste mercado de verão, com a transferência do jovem avançado Fábio Silva, de 18 anos, para o Wolverhampton, por 40 milhões de euros. O emblema londrino recebeu ainda Vítor Ferreira, outra 'pérola' dos 'dragões', por empréstimo, ficando os 'wolves' com opção de compra obrigatória de 20 milhões de euros no final da época.

Outros jogadores poderão sair até ao final do mercado. As entradas de Taremi, Evanilson e possivelmente de Toni Martinez poderão 'empurrar' Soares, Aboubakar e Zé Luís para a porta de saída. O brasileiro tem mercado na Rússia mas também na China e deverá deixar o Dragão neste verão, tal como Zé Luís. Aboubakar também deverá sair para a Turquia ou França, a título definitivo. Fernando Andrade, que voltou de empréstimo, é outro nome que não ficará no plantel.

O lateral esquerdo Alex Telles é dos jogadores com mais mercado e deverá sair. Tem mais um ano de contrato, pelo que o FC Porto quererá realizar um encaixe financeiro, caso não consiga renovar com o lateral. A imprensa nacional fala em propostas de Inglaterra e França.

Os casos por resolver

São muitos e alguns até podem ficar no plantel, caso o FC Porto não consiga chegar aos alvos que quer.

Na baliza, há Marchesin, Diogo Costa, Cláudio Ramos e Vaná, pelo que um deles deverá sair. O último esteve emprestado ao Famalicão na época passada e é um dos candidatos a sair novamente.

Yordan Osório, central que esteve emprestado ao Zenit, é um dos casos. Com Marcano ainda lesionado, sobram Pepe e Mbemba, e os jovens Diogo Leite e Diogo Queiróz, que regressou após empréstimo. O venezuelano é mais experiente pelo que até pode ficar no plantel. Na lateral direita há Manafá, Carraça, Tomás Esteves e Saidy Janko, que deverá voltar a ser emprestado ou mesmo vendido.

O meio-campo não deverá sofrer alterações, tanto em saídas como em entradas.

Pré-época: cinco vitórias, uma derrota e médios goleadores

Nesta pré-época o FC Porto realizou seis jogos-treino, venceu cinco e perdeu um. Começou por vencer o Rio Ave B por 7-0 (Luis Díaz 13, Fábio Silva 17 42, Matheus Uribe 46, Otávio 56, Vincent Aboubakar 75 e 85 minutos), bateu depois a Académica de Coimbra (Segunda Liga) por 5-1 (Luis Díaz 20, Moussa Marega 24, Jesús Corona 39, Tiquinho Soares 67 e 85 minutos).

Perdeu depois com a Oliveirense (Segunda Liga) antes de voltar a vencer, agora ao Tondela, da I Liga, por 4-3 (Matheus Uribe 7, Mehdi Taremi 63, Sérgio Oliveira 70, Tiquinho Soares 79). Venceu o Farense (48 Alex Telles, 75 Moussa Marega) e o Nacional (49 Sérgio Oliveira, 74 Matheus Uribe) pelo mesmo resultado, nos últimos jogos de pré-época.

Nestes jogos, destaque para os médios: Uribe, autor de três golos, e Sérgio Oliveira, que marcou dois.

Onze possível

Sabendo que Sérgio Conceição é um treinador que gosta de premiar quem trabalha bem, é difícil dizer qual será o onze-base, até porque o técnico mexe muito na equipa. Mas, com todos presentes, a equipa titular não deverá andar muito disto:

Marchesin; Manafá, Pepe, Mbemba e Alex Telles (ou Zaidu, se o brasileiro sair); Danilo, Uribe, Otávio e Corona; Marega e Taremi.

Saiba mais sobre o arranque da I Liga 2020/21

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.