A Federbet, organismo que vigia as apostas ‘online’, suspeita de viciação de resultado no encontro da I Liga de futebol entre Benfica e Penafiel, a 09 de maio passado, que terminou com uma goleada dos ‘encarnados’ por 4-0.

A Federbet apresentou hoje, no Parlamento Europeu, em Bruxelas, o relatório anual de 2015 sobre “jogos viciados”, apontando que Portugal é um dos países onde o fenómeno mais cresceu na última temporada, sobretudo na II Liga, que o secretário-geral do organismo, Francesco Baranca, classificou mesmo como uma competição “doente”, mas na lista de jogos suspeitos também surge uma partida da I Liga, envolvendo o bicampeão Benfica.

Em declarações à agência Lusa, Baranca explicou que as suspeitas em torno do encontro não se prendem com a vitória folgada do Benfica, que era naturalmente favorito na receção ao Penafiel – os ‘encarnados’ deram então mais um passo rumo ao título e ditaram a despromoção dos penafidelenses nessa partida -, mas com o “movimento louco” e pouco lógico das apostas ‘online’ que se verificou e a forma como este se processou, com apenas um ‘handicap’, a apontar para pelo menos quatro golos.

O dirigente sublinhou que um resultado viciado não significa que todos os intervenientes tivessem conhecimento de o desfecho ter sido combinado para fins de apostas, afirmando que "provavelmente o Benfica até foi vítima" de corrupção.

O organismo que representa casas de apostas europeias anunciou que vai apresentar queixa na justiça portuguesa sobre os encontros identificados como tendo sido muito provavelmente viciados, incluindo um "jogo-fantasma" particular, que nunca chegou a ter lugar, mas que ainda assim teve um resultado final, envolvendo o Freamunde.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.