O selecionador de futebol de Portugal, Fernando Santos, lamentou hoje o falecimento dos antigos jogador José Bastos e dirigente Reinaldo Teles, endereçando-lhes palavras de apreço e amizade.

"As últimas horas têm sido muito duras pela perda de José Bastos e Reinaldo Teles, dois grandes amigos que fiz na vida”, disse o técnico, em declarações publicadas no site da federação.

Na mensagem de condolências, Fernando Santos lembra José Bastos, antigo guarda-redes do Benfica, como “enorme ídolo do futebol”, recordando que foi seu treinador no Estoril, no qual iniciaram “uma amizade que perdurou até à sua partida”.

“Recordarei com enorme saudade os três ou quatro almoços anuais que organizava e onde sempre cozinhava para os amigos, com a generosidade que tão bem o caracterizava, uma ‘paella’. Foi um grande exemplo como homem e um enorme companheiro de vida”, vincou, dirigindo-se ao antigo atleta, que morreu com 91 anos.

De Reinaldo Teles, que morreu hoje aos 70 anos, dirigente histórico do FC Porto, do qual que agora administrador não executivo da SAD e com quem trabalhou quando orientou os ‘dragões’, assumiu que se trata de “uma perda irreparável”.

“Se nos conhecemos no futebol foi no convívio pessoal e entre famílias que cimentámos os laços, que, mesmo depois da morte, nos continuarão a ligar. A sua vida, que aqui homenageio, foi um enorme testemunho de lealdade a todos os que honrou com a sua amizade”, sublinhou.

Fernando Santos deixou uma “palavra de conforto e de fé” para os familiares de ambos os amigos nesta “hora tão difícil”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.