A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou hoje que vai aplicar 1,4 milhões de euros para implementar o programa “Melhoria administrativa e das sedes dos associados”, aprovado a 29 de outubro último em Assembleia-Geral do organismo.

O programa prevê a aplicação daquele montante no financiamento de iniciativas de modernização dos seus sócios ordinários, entre os quais se incluem “o plano de ações de melhoramento da sede social de Sócio, da área administrativa, frota automóvel ou parque informático utilizados para fins de desenvolvimento do futebol e futsal e incremento da sua prática”.

Acresce que o programa agora lançado estabelece que nenhum sócio ordinário da FPF receberá mais do que 48.275 euros.

Os critérios de seleção dos programas a apoiar terão em conta “a qualidade, interesse e consistência das ações e a sua adequação ao financiamento máximo a atribuir, desde que não contrarie os fins da FPF”.

A FPF apresentou 3,1 milhões de euros de resultado positivo no exercício 2015/16 e, por indicação da Direção, a Assembleia Geral decidiu aplicar 1,4 milhões de euros destinados “ao programa de modernização administrativa dos sócios da FPF, um milhão de euros para apoio a competições e clubes não profissionais, 500 mil euros para reforço da atividade das seleções de formação, 100 mil euros para investimento no programa de combate ao ‘match-fixing’ (manipulação de resultados) em parceria com o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJFP) e 91 mil euros para reforço dos fundos patrimoniais”.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.