Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, recorreu às redes sociais para comentar a decisão do Tribunal Cível do Porto, que esta sexta-feira rejeitou a providência cautelar do Benfica em relação ao denominado 'caso dos emails', que procurava impedir os 'dragões' de continuarem a divulgar correspondência eletrónica ligada aos 'encarnados'.

A decisão da justiça portuense permite, assim, que o diretor de comunicação do FC Porto continue a expor as referidas mensagens sem qualquer tipo de restrição jurídica.

"O polvo começa a perder força. O caminho é continuar a desmascarar a farsa. Por um futebol limpo", escreveu Francisco J. Marques no Twitter.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.