O jogador de 31 anos recorreu à sua conta pessoal do Instagram para agradecer todo o apoio que recebeu nos últimos dias na sequência de uma situação que abalou a sua família e amigos.

Fredy Montero e a mulher Alexis Montero esperavam o terceiro filho, mas a gravidez acabou por ter de ser interrompida numa cirurgia de emergência, revelou o internacional colombiano do Sporting.

"Sem entrar em muitos detalhes sobre a gravidez da minha esposa e quando tudo parecia estar a correr bem, tivemos a infeliz notícia de que nos deparávamos com uma gravidez ectópica, resultando em uma cirurgia de emergência, onde a gravidez foi interrompida", escreveu Fredy Montero.

Apesar da situação difícil que viveu nos últimos dias, Fredy Montero esteve ontem às ordens de José Peseiro no triunfo do Sporting sobre o Vitória de Setúbal. O avançado colombiano de 31 anos começou o jogo no banco mas foi lançado por Peseiro no segundo tempo e até esteve perto de marcar aos 53' minutos, uma os reflexos do guarda-redes sadino negaram o golo ao jogador leonino que foi muito aplaudido durante todo o tempo e em que esteve em campo.

No final do 'post' publicado na sua conta pessoal do Instagram, Montero revela ainda que este será o seu último ano em Portugal.

Leia o 'post' de Montero na íntegra

"Nos últimos dias tem circulado uma notícia sobre a minha família, que eu quero esclarecer. Sem entrar em muitos detalhes sobre a gravidez da minha esposa e quando tudo parecia estar a correr bem, tivemos a infeliz notícia de que nos deparávamos com uma gravidez ectópica, resultando em uma cirurgia de emergência, onde a gravidez foi interrompida. 

Juntamente com a minha esposa, tivemos a ilusão de que o nosso terceiro filho nasceria em Portugal, assim como as nossas filhas Vivienne e Ruby nascidas em 2013 e 2015. Não quero, ainda assim, perder a oportunidade de agradecer a Deus por proteger a minha mulher durante aqueles dias de muitas dores, que terminou em cirurgia. Embora não seja uma situação fácil, nós respeitamos a sua vontade e aceitamos o que hoje poderia ser e não é. Esperamos um dia encontrar no céu este filho, que é hoje mais um anjo. Dou graças aos médicos e enfermeiros do Hospital da Luz, em Lisboa, pela atenção dada à minha mulher, agradeço aos treinadores, jogadores e outros membros da equipa pela sua ajuda e compreensão durante aqueles dias de angústia, aos meus parentes e a todos as pessoas que enviaram as suas orações e mensagens de apoio durante os últimos dias.
À minha esposa Alexis Montero agradeço por mostrar mais uma vez o quão forte é, EU TE AMO. Agora resta apenas olhar para a frente e aproveitar este meu último ano em Portugal dentro e fora dos relvados.
Obrigado a todos vocês.
Família Montero."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.