A pré-época do Sporting não está a correr como previsto pelos adeptos. Os "leões" optaram por defrontar equipas de algum gabarito numa fase precoce da preparação para a nova época e os resultados não são de todo agradáveis.

Em quatro jogos no estágio na Suíça, o Sporting foi goleado pelo PSV por 5-0 e pelo Mónaco por 4-1 e perdeu por 4-2 com o Zenit. Pelo meio venceu o Stade Nyonnais, da 3ª divisão suíça, por 3-1. Pior, a formação de Jorge Jesus sofreu 14 golos nestes quatro encontros e apenas marcou seis. Números que Jesus e Bruno de Carvalho já desvalorizaram mas que preocupam os adeptos.

Jorge Jesus e Bruno de Carvalho têm justificado os resultados com o facto de o Sporting ter optado por defrontar adversários habituados a estarem na Liga dos Campeões numa fase inicial da preparação. Essa opção não ajudou em termos de resultados até porque, Zenit, PSV e Mónaco já estão numa fase mais adiantada da preparação uma vez que começaram a pré-época mais cedo.

Outro argumento que pode justificar estes números reside no facto de Sporting não contar ainda com quatro campeões europeus e Slimani, jogador que começou mais tarde a preparação e que somou poucos minutos. A deslocação de Bryna Ruiz para uma posição mais recuada no terreno, a jogar na posição ´8`, longe da zona de decisão, também não ajuda.

A defesa é aquele sector que mais tem sofrido com a falta de William Carvalho, João Mário e Adrien Silva e ainda Rui Patrício, guarda-redes titular. As opções de Jesus na zona intermédia não tem correspondido e quem paga é a defesa, que não tem conseguido travar as investidas atacantes dos adversários.

Na baliza, onde não há ainda Rui Patrício, a gozar as merecidas folgas após ajudar Portugal a sagrar-se campeão europeu, as opções de Jesus têm comprometido e muito. As exibições de Azbe Jug e Stojkovic preocupam e podem obrigar a SAD a ir ao mercado por um guarda-redes credível, capaz de substituir Rui Patrício quando preciso.

Sem o meio-campo da época passada e com Bryan Ruiz longe da zona de decisão, os avançados ficam com menos possibilidade de marcar. E quem tem jogado também não tem mostrado serviço. Spalvis, contratação recente do Sporting, lesionou-se no primeiro jogo. Hermán Barcos fez algumas assistências mas não marcou qualquer golo. Téo Gutiérrez tem um ´pé e meio` fora de Alvalade e até saiu mais cedo do estágio para se juntar à seleção olímpica da Colômbia.

´Salvaram-se` os miúdos, Podence, Gelson Martins e Matheus Pereira, os únicos que vão mostrando algum querer nesta pré-época.

Uma coisa é certa: mesmo que a SAD leonina consiga resistir às investidas pelos campeões europeus (Rui Patrício, William Carvalho, Adrien e João Mário) e ainda por Slimani, o Sporting precisa de ir ao mercado. O plantel precisa de um guarda-redes que seja alternativa à Rui Patrício, será preciso outro médio de qualidade para ser opção nas posições de Adrien ou João Mário. Na frente, a equipa ´suspira` por outro avançado, já que Téo muito dificilmente fique no plantel.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.