O extremo Hélder Barbosa, do Sporting de Braga, disse hoje que o seu bom momento deve-se ao facto de se sentir «mais confiante» e desejou manter a titularidade na equipa de futebol por «bastante tempo».

O esquerdino foi fundamental nos últimos dois jogos da equipa minhota ao marcar diante do Young Boys, ajudando à passagem à fase de grupos da Liga Europa, e do Vitória de Setúbal, dando o triunfo por 1-0 sobre os sadinos na última jornada da Liga, que colocou os bracarenses no topo da tabela, juntamente com o Benfica.

«Sinto-me numa boa fase. O meu forte nunca foi marcar muitos golos, sinto-me é mais confiante e com mais capacidade e as coisas saem-me bem. Quero dar continuidade a este trabalho e agarrar um lugar no ‘onze’ titular por bastante tempo», afirmou no final do treino matinal.

Hélder Barbosa, de 24 anos, considera que mais do que um lugar na equipa, ganhou confiança:

«Andava numa fase menos boa e estava em baixo. Agora estou melhor e com mais capacidade para lutar», frisou.

O jogador destacou a «motivação» conquistada com a partida da segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, com os suíços do Young Boys, em que marcou um grande golo, com o pé direito, culminando uma excelente iniciativa individual.

«Chegar outra vez à final? Vamos pensar jogo a jogo. Vamos fazer tudo para passarmos este grupo, depois vamos pensar num adversário de cada vez e ir passo a passo», respondeu, considerando que, internamente, «ainda é muito cedo» para tirar conclusões.

Já o guarda-redes italiano Berni, que foi pela primeira vez titular esta temporada em Setúbal (devido à presença de Quim na seleção nacional) disse estar «muito feliz» por ter jogado, mas «sobretudo pelo resultado alcançado», e assegurou que o Sporting de Braga vai ficar entre os primeiros quatro lugares.

«A minha prestação foi boa, estamos no topo da classificação e estamos todos muito felizes com o rendimento da equipa», resumiu.

O guardião de 28 anos, ex-Lazio, espera continuar a jogar e elogiou a prestação do setor defensivo da equipa, considerando que ainda vai melhorar.

Sobre a adaptação a Portugal disse que está a correr «muito bem: ainda não falo bem português, mas compreendo tudo perfeitamente porque a língua é similar à italiana. Estou muito feliz em Braga», concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.