A imprensa desportiva internacional dá grande destaque à liderança isolada do FC Porto no campeonato português na sequência do empate entre Benfica e Sporting a 1-1. Os 'encarnados' conseguiram segurar um ponto nos instantes finais frente aos 'leões' por intermédio de Jonas, na conversão de uma grande penalidade, mas quem acabou por 'vencer' realmente o dérbi de Lisboa foi a equipa de Sérgio Conceição, que com um triunfo diante do Feirense por 2-1 assegurou a liderança isolada do campeonato português.

Jornal Marca: "Benfica e Sporting não conseguem fazer danos"

No diário desportivo espanhol Marca, pode ler-se que, "o Sporting entrou determinado em dar um grande golpe no rival em campo", e que, "Gelson Martins, com uma grande cabeçada, colocou os 'encarnados' junto às cordas". No entanto, "a persistência do Benfica encontrou o prémio do empate nos minutos finais com um golo do infalível Jonas".

O referido jornal de Madrid escreve ainda que, "Jorge Jesus esteve perto de sair triunfante do Estádio da Luz, a sua anterior casa, com um plano que funcionou na perfeição até ao minuto 89", mas que, "o Benfica, a correr contra o tempo, acabou por tornar-se dono do encontro e terminou premiado com o empate após uma grande penalidade clara de Battaglia por mão na bola".

Jornal AS: "FC Porto é mais líder com o empate no dérbi de Lisboa"

No outro jornal de Madrid, o grande destaque do empate no dérbi lisboeta foi para a liderança isolada do FC Porto. O referido diário espanhol destaca o golo de Gelson Martins a abrir o jogo da 16ª jornada, mas uma grande de Battaglia nos intantes finais permitiu a Jonas restabelecer alguma justiça no resultado.

Jornal Daily Mail: "Golo tardio de Jonas de grande penalida resgata empate"

O diário britânico destaca a boa entrada do Sporting no jogo e o golo inaugural de Gelson Martins que recompensava a boa exibição dos 'leões'.

No entanto, o golo do Sporting 'despertou uma faísca' nos 'encarnados' que reagiram com uma bola à trave e um golo já tardio de Jonas, a castigar uma mão de Battaglia. O referido jornal inglês destaca ainda duas grandes penalidades não assinaladas contra o Sporting antes da falta de Battaglia que deu origem ao golo de Jonas.

Jornal L'Equipe: "Benfica arranca empate contra o Sporting no dérbi lisboeta"

O jornal desportivo de referência em França escreve que o 'tetracampeão' Benfica vai ter muitas dificuldades em assegurar o quinto título em Portugal na sequência do empate em casa diante do Sporting.

O diário francês dá também destaque ao regresso de Fábio Coentrão com a camisola do rival, num jogo em que o internacional português emprestado ao Sporting pelo Real Madrid foi um dos mais assobiados pela bancada da Luz, e para o facto do FC Porto ter alcançado a liderança isolada em Portugal com o empate no dérbi.

Lancenet: "Com golo de Jonas no último minuto, Benfica evita derrota para o Sporting"

O portal brasileiro Lancenet destaca o golo de Jonas no último minuto do dérbi entre Benfica e Sporting num jogo em que os 'encarnados' não começaram bem.

"No Estádio da Luz, o Benfica teve um inicio morno e foi o que motivou o Sporting a pressionar e abrir o placar logo aos 18 minutos. Após chute do lateral-esquerdo Fábio Coentrão, a bola desviou na zaga e sobrou para Gelson Martins carimbar o primeiro gol do jogo de cabeça", pode ler-se no referido portal brasileiro.

"Na etapa final, o Benfica ainda tentava reagir em campo e voltou a pedir pênalti, que não foi marcado corretamente. Na pressão, Rafa chutou forte a bola, que bateu no braço de Bataglia e rendeu um pênalti. Jonas foi para cobrança e, aos 45 minutos do segundo tempo, bateu no canto de Rui Patrício e garantiu o empate no clássico lisboeta", sentenciou o jornalista que escreveu a crónica do jogo.

Globoesporte: "Jonas marca aos 45 e salva Benfica de derrota no clássico diante do Sporting"

No diário brasileiro Globoesporte, Jonas foi o grande destaque no empate do Benfica diante do Sporting, num jogo em que os 'encarnados' começaram em 'ritmo lento'.

"Com os brasileiros Jardel - capitão - e Jonas como titulares, o Benfica começou a partida em ritmo lento apesar de atuar em casa, no lendário Estádio da Luz. E esse sono acabou custando caro diante do rival Sporting. Aos 18, o lateral-esquerdo Fabio Coentrão chutou, a bola desviou na zaga e sobrou para Gelson Martins que, de cabeça, marcou sem chances para o goleiro Jorge Sá", pode ler-se na crónica do referido jornal brasileiro.

"O gol sofrido despertou o Benfica que partiu em busca do empate. Aos 34, Jonas acertou um voleio na cabeça de Coentrão, e na sequência, Cervi carimbou o travessão. Os jogadores encarnados pediram pênalti alegando que a bola tinha batido na mão do ex-jogador do Real Madrid, mas, após consultar o árbitro de vídeo (VAR), o juizão mandou o jogo seguir", pode ainda ler-se no referido jornal.

"O Benfica seguiu pressionando o time de Jorge Jesus e, na base do “vamos que vamos”, chegou ao empate no fim. Aos 43, Rafa chutou forte e a bola bateu no braço de Bataglia. Pênalti. Na cobrança, aos 45, Jonas bateu firme no canto, superou Rui Patrício e assegurou o empate no clássico lisboeta", sentenciou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.