Ivo Vieira, treinador do Estoril, desvalorizou qualquer influência que o videoárbitro possa ter exercido na derrota com o Benfica, nomeadamente no lance do segundo golo dos 'encarnados e no 3-2 anulado aos 'canarinhos', optando por centrar atenções no jogo em si.

"Na última conferência disse que temos de dar paz aos árbitros, temos de os deixar trabalhar. O João [árbitro] fez um trabalho bem feito. Se foi contra ou a favor, isso não me importa. Se estivermos sempre a pôr em causa o trabalho deles, estamos a pôr atrito. No passado falei de arbitragens, agora quero e tento não falar. Como treinador também cometo erros, tal como os jogadores. Os erros não são sempre propositados, vocês também erram", disse o técnico, dirigindo-se aos jornalistas, na conferência de imprensa.

Perante a insistência no tema, Ivo Vieira voltou a frisar: "Malta, houve um bom jogo ou não? Hoje as baterias estão todas viradas para o videoárbitro?... Houve aqui um jogo fantástico, aberto, com oportunidades para ambos os lados e isso é que é de salientar".

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.