Ivo Vieira:

«Eu tinha dito que os deuses não iriam estar sempre contra nós e, a exemplo do que aconteceu com este mesmo adversário na época passada, mas ao contrário, desta feita nós é que tivemos a sorte. Fizemos 20 minutos bons e depois desaparecemos do jogo, mas também o Olhanense não teve oportunidades muito flagrantes. Na segunda parte a nossa exibição não foi muito boa e acho que a equipa está a necessitar de dois ou três resultados positivos para se soltar e aparecer.»

Daúto Faquirá:

«Por aquilo que foi o jogo, até o empate nos sabe a pouco. Exceção feita aos primeiros 10 minutos, que foram do Nacional, nós controlámos, dominámos e só podemos queixar-nos de nós próprios, por não termos concretizado. O futebol é mesmo assim. Este resultado é extremamente injusto e quanto à bola que bateu na trave e pareceu ter entrado na baliza do Nacional, não posso pronunciar-me, porque não deu para analisar devido à posição em que me encontrava.»

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.