Portimonense e Rio Ave não foram além de um empate a uma bola, no jogo de abertura da 14.ª jornada da I Liga. Os vila-condenses marcaram no primeiro tempo por Diego Lopes, os algarvios empataram perto do final por Jadson, numa altura em que jogavam com menos um jogador. Jackson Martinez travou um duelo curioso com o guarda-redes Kieszek, onde o polaco saiu a ganhar.

Aos 18 minutos, Kieszek negou o golo a Jackson Martínez. O colombiano rematou em zona frontal, valeu a enorme intervenção do guarda-redes dos vilacondenses.

Quem vai marcar é o Rio Ave, aos 21 minutos, por Diego Lopes. O médio brasileiro aproveita um passe atrasado de Nuno Santos para rematar, com a bola a entrar junto ao poste, sem hipótese para Ricardo Ferreira.

Aos 30 minutos, surgiu nova grande oportunidade para os algarvios. Jackson Martínez tocou de calcanhar para Lucas Fernandes, o brasileiro armou o remate, mas atirou fraco e para fora.

No segundo tempo, a equipa de Carlos Carvalhal voltou a entrar melhor e podia ter feito o 2-0 aos 54 minutos, mas Ricardo Ferreira negou o golo as Carlos Mané.

Num jogo com duas equipas que têm vários jogadores tecnicistas no plantel, o perigo ia rondando as duas balizas, com ascendente dos de Portimão, na procura do empate. E a igualdade esteve à vista aos 61 minutos mas Aderlan Santos evitou o golo em cima da linha. Jackson picou por cima de Kieszek, valeu a acção do central vilacondense a negar o golo ao colombiano. A bola voltou a sobrar para o avançado dos algarvios, mas, à segunda, o guarda-redes do Rio Ave segurou.

António Folha viu a sua equipa ficar em posição ainda mais delicada quando, aos 66 minutos, Henrique viu o segundo cartão amarelo e consequente vermelho, por falta dura sobre Vitó. Artur Soares Dias não perdoou a imprudência do jogador dos algarvios

A expulsão parece ter feito bem ao Portimonense, que se agigantou no jogo, deixando Carlos Carvalhal à beira de um ataque de nervos. O técnico pedia mais a sua equipa, que jogava com mais um, mas era o Portimonense quem estava por cima no jogo. O crescimento dos algarvios deu frutos aos 79 minutos, com o empate do capitão Jadson. O primeiro desvio é de Jackson Martinez, que acerta com estrondo no poste. A bola sobrou para a Jadson que atira longe do alcance de Kieszek.

Aos 91 minutos, enorme defesa do guarda-redes do Rio Ave, a voar para travar o remate colocado de de Jackson Martinez que ia entrar junto ao poste.

Aos 93 minutos, Kieszek travou o 2-1. Jackson Martinez levantou para o segundo poste, Lucas Possignolo tentou o cabeceamento, mas o guarda-redes conseguiu afastar a dois tempos.

A entrada de Tabata deu nova dinâmica ao ataque do Portimonense, que foi muito superior a seu adversário quando passou a jogar com menos um.

A equipa de Folha volta a não ganhar em casa, onde soma apenas uma vitória (três empates e três derrotas). O Portimonense iguala o Marítimo no 15.º posto com 12 pontos, o Rio Ave subiu provisoriamente ao sexto lugar com 19 pontos.

Veja o resumo do jogo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.