Jaime Antunes, antigo dirigente e candidato à presidência do Benfica, considera "irónica" a apresentação por parte do Sporting de várias queixas contra os 'encarnados', visando Jonas, Samaris ou Rui Vitória. "É irónico quando o Sporting e o seu presidente acusavam o Benfica de ser o campeão das queixinhas e depois eles próprios fazem logo quatro queixas de uma vez só e num jogo em que não fez parte", disse Jaime Antunes, em declarações à Rádio Renascença.

"O Sporting é o aguadeiro do FC Porto, sendo um aliado menor dos portistas. O Sporting, como não tem possibilidade de ser campeão, alia-se ao FC Porto, criando instabilidade no Benfica para o Porto ser campeão. Se o Sporting acha que deve fazer queixas, que faça, não há nada contra. Parece-me que estas queixas não têm qualquer razão de ser", considerou.

O antigo dirigente das 'águias' acredita que os 'leões' querem "tirar jogadores importantes do Benfica para o jogo em Alvalade", marcado para 22 de abril, e aponta o dedo a Bruno de Carvalho.

"O presidente do Sporting, para consolidar o seu poder, tem de arranjar problemas e usa o Benfica, que está ali à mão. Tudo o que seja críticas e desgaste do Benfica é uma arma para o presidente do Sporting para a sua liderança. É triste que isto seja assim. Isto é menorizar o próprio Sporting que está cada vez mais a evoluir para um papel secundário no futebol", salientou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.