Joel Pereira, jovem guarda-redes do Manchester United, está a ser apontado ao Benfica mas já tem uma proposta de renovação do clube inglês. Em declarações exclusivas ao SAPO Desporto, Paulo Madeira, antigo central do Benfica e empresário do jogador juntamente com Bruno Basto do jovem guardião, afirmou que o jogador tem crescido muito no clube inglês e que tem condições para um dia ser titular do Manchester United.

"Obviamente que é um guarda-redes bastante novo mas a forma como joga é muito adulta. Joga num ou mesmo no melhor clube do mundo que é o Manchester United, e isso tem sido muito bom para ele, porque tem dois adversários directos que são só o guarda-redes da seleção espanhola e o guarda redes da seleção argentina, duas seleções de um nível muito alto. Nesse aspecto, tem sido positivo para ele trabalhar com esses guarda-redes, porque o incentiva e motiva", começou por dizer o ex-defesa, destacando também a confiança que José Mourinho tem no jogador.

"Por outro lado, tem como treinador principal, o Mourinho, que o tem ajudado e colocado nas bocas do mundo. Até porque no final do jogo da meia final [da Liga Europa] contra o Celta de Vigo, fez muitos elogios e disse mesmo que o Joel vai ser o guarda-redes português desta geração. Se alguém com o peso de Mourinho tem este discurso, é porque estamos perante um guarda-redes acima da média. E desta forma, o Joel enquadra-se naquele espírito que o Benfica tem, de ter jogadores jovens, fazê-los crescer e depois vendê-los por números muito altos e eu penso que aí, 'caía que nem ginja', como se diz na gíria do futebol, o Joel Pereira", afirmou o empresário, que confirmou o surgimento de uma proposta de renovação do Man. United.

"O Joel tem uma proposta do Manchester United, estamos a estudá-la com tranquilidade até porque o Joel está de férias, esteve a representar a seleção no Europeu sub-21, e só deve regressar no final da próxima semana. E até lá, iremos seguramente tomar a melhor decisão e aquilo que será o melhor para o jogador. É nisso que estamos a trabalhar", explicou Paulo Madeira, que salientou também a participação do jogador no clube inglês.

"O Joel Pereira já jogou este ano, já teve oportunidade de ser 'lançado às feras' tanto no campeonato como para a taça. É sinal que o Mourinho acha que ele tem um futuro brilhante. Não digo só o Mourinho mas também o treinador que trabalha mais com ele, que é o Silvino, que também tem uma opinião muito boa acerca do Joel. Agora, o futuro é sempre uma incerteza, o Joel terá de trabalhar cada vez mais, para, jogo após jogo, ganhar ainda mais experiência. Penso que é um guarda-redes que vai dar que falar. Claro que falo como empresário, mas é mais como ex-jogador que o digo", referiu, confirmando que o jovem tem sido muito cobiçado.

"Eu acho que em termos do próprio plantel do Manchester, não se sabe se os guarda-redes ficam lá, não se sabe se o De Gea vai continuar, falava-se de ele ir para o Real Madrid. Aí, era menos um para a concorrência do Joel, caso ficasse lá. Agora, que há muitos clubes interessados e que podem olhar para o Joel como um guarda-redes que pode ser útil às suas equipas isso é verdade. Além de ser um guarda-redes com muito futuro, é um guarda-redes muito cobiçado a nível europeu e isso também é motivante para o jogador mas eventualmente para quem o representa. É sinal que tem qualidade e que olham para ele de uma forma muito positiva", confirmou o agente do guardião luso.

Paulo Madeira não descarta uma passagem pelo futebol português, mas frisa que o Manchester United continua a ser o clube que tem contrato com o jogador e tem de ser respeitado.

"Vemos com bons olhos a situação do futebol português, seria interessante. Não só o futebol português, como outros clubes a nível da Europa, já manifestaram um bocado o seu interesse no Joel Pereira. Vamos tomar a decisão certa até porque o Joel tem mais um ano de contrato com o Manchester United, tem uma proposta em cima da mesa de renovação. Se for a intenção para nós e para o Joel, iremos estudar outras soluções que possam surgir. Mas queria frisar que ele é jogador do Manchester United, tem contrato com o Manchester United e há que respeitar também o clube. Não podemos falar como se fosse um jogador livre. Há uma proposta de renovação, existem clubes interessados e é isso, que em sintonia entre nós e o jogador, que vamos chegar à melhor solução tanto desportiva como financeira para o jogador."

Por fim, o antigo jogador dos 'encarnados' acredita que, qualquer que seja a decisão de Joel Pereira, é importante que jogue, para que ganhe experiência e cresça como jogador.

"Sou um bocado apologista de que todos os jogadores jovens, nesta fase de carreira dos 19 aos 22 anos, de jogarem, fazer muitos jogos. Obviamente que estamos a falar num lugar muito específico, que é um lugar de guarda-redes. Se olharmos para o futebol português nos últimos anos, muitos poucos guarda-redes portugueses, tirando eventualmente o Rui Patrício, se impuseram ou agarraram com unhas e dentes o lugar da baliza dos três grandes. Porque é sempre muito difícil e complicado. Os treinadores, muitas vezes, olham mais para a veterania e a experiência do que propriamente para a juventude e irreverência. Nesse aspeto, muitas vezes os jogadores jovens ficam, não digo com a porta fechada, mas a aposta nestes jogadores é mais difícil. Agora, é sempre importante nestas alturas, quanto mais jogar, mais rotinas ganham, conseguem mais experiência e acabam por crescer muito mais rápido. Para quem quer crescer como jogador é totalmente diferente treinar e jogar."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.