O julgamento de um dos detidos nos incidentes junto ao Estádio da Luz momentos antes do Benfica-FC Porto, da 25.ª jornada da Liga de futebol, foi hoje novamente adiado, devido à ausência de uma testemunha.

Vítor Hugo Ribeiro da Costa, de 20 anos, foi detido antes do início do encontro, por ter na sua posse um engenho pirotécnico aquando da revista antes da entrada no recinto.

Na terça-feira, o julgamento tinha sido adiado por um dos agentes que efectuou a detenção não ter estado presente para testemunhar, tal como aconteceu hoje, sendo que o Ministério Público não abdicou da sua audição.

Uma nova sessão foi marcada para segunda-feira às 14h30, último dia do prazo de 15 dias para a realização de um julgamento sumário.

Na quarta-feira, o julgamento de sete dos 12 detidos nos incidentes foi também adiado e o caso remetido para o Ministério Público para formulação da acusação.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.