Bruno Lage, treinador do Benfica, analisou o empate dos encarnados frente ao V. Setúbal.

Análise

"Tivemos uma boa entrada, fomos criando oportunidades, mas não conseguimos chegar à vantagem o que seria muito importante. Na primeira vez que o Vitória vai à nossa baliza, ficamos em desvantagem. Tivemos uma boa reação, chegámos ao golo, mas infelizmente voltámos a falhar um penálti que nos dava o conforto. Depois foi um jogo de emoções. Nos últimos dez minutos, procurámos mais com o coração do que com a cabeça, mas mesmo assim criámos oportunidades mais do que suficientes para vencer.."

Equipa só acordou na segunda parte?

"Acho que não. Foi muito tempo a jogar no meio-campo ofensivo, frente a uma linha de seis e de sete. Com o Zequinha a jogar a lateral-direito, o extremo do outro lado a lateral esquerd. Estivemos a jogar contra um muro. Temos de fazer mais e melhor, mas circulámos de um lado ao outro, procurámos jogar entre linhas. Mas tivemos um adversário que se fechou imenso."

FC Porto pode avançar para vantagem decisiva

"Acho que não. Já tivemos vantagem e desvantagem. Temos é de recuperar a equipa e os jogadores. Tudo nos está a acontecer neste momento, mas não damos nada como perdido...vamos lutar até ao fim."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.