O Sporting venceu este sábado o Vitória de Setúbal por 2-0 em jogo a contar para a 12ª jornada e está agora a dois pontos da liderança na véspera de visitar o Benfica no Estádio da Luz. William Carvalho e Bruno César colocaram os 'leões' em vantagem ainda antes do intervalo num jogo tranquilo para a equipa leonina.

Na véspera de defrontar o Benfica no Estádio da Luz, a equipa de Jorge Jesus não desperdiçou a oportunidade soberana de visitar o 'rival' com a possibilidade de disputar o primeiro lugar, e na receção aos sadinos os 'leões' não deram grandes hipóteses à formação comandada por José Couceiro de sair de Alvalade com pontos.

Depois das poupanças extremas no jogo a meio da semana com o Arouca para a Taça da Liga, Jorge Jesus voltou a apostar nos jogadores titulares na equipa do Sporting e a dinâmica avassaladora voltou a encher as medidas às bancadas de Alvalade. Logo na primeira jogada dos 'leões', Bas Dost vê Varela negar-lhe o golo e cedo se percebia que o jogo seria de sentido único. Aos 6 minutos, o Sporting colocou-se na frente do marcador por intermédio de William Carvalho na sequência de um pontapé de canto marcado à maneira curta. O médio leonino aproveitou uma saída em falsa de Varela e de cabeça fez o 1-0.

O Vitória de Setúbal praticamente não saía do seu meio-campo defensivo, onde quem reinava era William Carvalho e Adrien Silva. A pressão leonina era de tal maneira intensa, que sempre que havia uma tentativa dos jogadores sadinos em sair com a bola controlada as linhas de passe eram bloqueadas pelos jogadores comandados por Jorge Jesus.

A jogar à vontade em casa, o Sporting foi somando situações de muito perigo junto à baliza sadina onde brilhava Varela com várias intervenções dignas de apontamento como foi o caso do remate de Adrien Silva aos 32 minutos que só não entrou no ângulo superior esquerdo da baliza porque o guardião do Vitória de Setúbal negou o golo com uma monumental defesa.

No lance seguinte, Bas Dost introduziu a bola no interior da baliza do Vitória de Setúbal e chegou mesmo a gritar-se golo nas bancadas de Alvalade, mas o árbitro anulou o lance por falta do internacional holandês sobre Fábio Cardoso.

Apesar do resultado tangencial, o Vitória de Setúbal praticamente não criou dificuldades a Rui Patrício na primeira parte, e seria mesmo o Sporting a materializar com justiça o domínio de jogo quando aos 36 minutos Bruno César na marcação de um livre direto faz o 2-0. Os 'leões' foram para intervalo com uma vantagem segura, que poderia ter sido maior dada a produção ofensiva verificada na primeira parte.

No segundo tempo, a equipa de José Couceiro tentou esboçar uma reação à desvantagem no marcador, mas apenas aos 61 minutos é que Rui Patrício foi obrigado a uma defesa de nível superior após cabeceamento de Vasco Costa.

Com o jogo completamente controlado, Jorge Jesus aproveitou para fazer algumas poupanças para o jogo com o Benfica na próxima jornada e ao mesmo tempo dar ritmo competitivo a jogadores menos utilizados que podem vir a ser utilizados no 'dérbi' lisboeta. Entraram em jogo Joel Campbel, Lazar Markovic e Elias para as saídas de Bruno César, Adrien Silva e Gelson Martins.

Até ao final do tempo regulamentar o marcador não sofreu mais alterações e o resultado final fixou-se no 2-0. Com este resultado, o Sporting está agora a dois pontos do Benfica na véspera de visitar os 'encarnados' na Luz.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.