O avançado Léo Bonatini, de 25 anos, vai representar o Vitória de Guimarães, da I Liga portuguesa de futebol, por empréstimo dos ingleses do Wolverhampton, confirmou hoje o presidente do clube minhoto, Miguel Pinto Lisboa.

"O Léo Bonatini será do Vitória, num empréstimo com opção de compra", afirmou o dirigente, no rescaldo do apuramento do clube para a fase de grupos da Liga Europa, após o triunfo de hoje sobre os romenos do FCSB, por 1-0, na segunda mão do 'play-off' - a primeira mão acabara 0-0.

O avançado brasileiro vai jogar novamente em Portugal, depois de ter marcado 24 golos em 53 jogos pelo Estoril Praia, nas épocas 2014/15 e 2015/16, antes de ter jogado na Arábia Saudita, pelo Al Hilal, e em Inglaterra, pelo Wolverhampton, treinado pelo português Nuno Espírito Santo, e pelo Nottingham Forest.

Na sua intervenção, Miguel Pinto Lisboa, eleito presidente vitoriano no passado dia 20 de julho, congratulou ainda o plantel por ter conseguido "um momento de felicidade" para um clube que espera ver afirmar-se "não só a nível nacional, mas também a nível internacional".

Depois de, nas pré-eliminatórias, ter ultrapassado a Jeunesse Esch, do Luxemburgo (5-0, no total), e o Ventspils, da Letónia (9-0, no total), além do FCSB, o Vitória juntou-se a FC Porto, Sporting e Sporting de Braga na fase de grupos, fazendo de Portugal a nação mais representada na competição, com quatro equipas.

O dirigente realçou que o objetivo na fase de grupos, cujo sorteio vai decorrer na sexta-feira, no Mónaco, com o clube minhoto no quarto e último pote, é fazer "bons jogos" e, "se possível", passar a fase de grupos, sem "preferência por adversários"

"Queremos é que a nossa equipa seja consistente, mostre a sua força e a sua vontade de vencer. Todos os jogos servem para mostrar a nossa capacidade. Estamos sempre confiantes que vamos a todos os estádios para ganhar", frisou.

Miguel Pinto Lisboa considerou ainda "importante" a receita do acesso à fase de grupos - 2,92 milhões de euros -, mas lembrou que a "vertente desportiva" do feito atingido é-o ainda mais, até pela possível valorização dos jogadores vitorianos.

A equipa minhota volta a competir para a I Liga no domingo, no reduto do FC Porto, às 18:30, para a quarta jornada, e o presidente vitoriano disse querer assistir a "um grande jogo de futebol", "sem casos", entre dois conjuntos moralizados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.