O treinador interino do Sporting, Leonel Pontes, afirmou hoje que na sua estreia vai procurar apresentar uma equipa com “novas dinâmicas” apesar do pouco tempo de trabalho desde a saída do holandês Marcel Keizer.

“Foram duas semanas só com 10 jogadores, várias ausências nas seleções, mas em que já começámos a trabalhar novas ideias e em que encontrei um grupo de jogadores motivados e de grande qualidade, que se empenharam ao máximo”, disse o novo treinador dos ‘leões’, que admitiu que vai ao Estádio do Bessa com uma equipa “com ideias novas e novos comportamentos”.

Leonel Pontes reconheceu que tem pouca margem de manobra na liderança da equipa ‘leonina’, mas afirmou o seu comprometimento com o desafio que lhe foi lançado pela direção.

“Mais do que uma tarefa, como disse o presidente, tenho uma missão, que é pôr a equipa a ganhar, jogar bom futebol e ser competitiva”, resumiu o técnico.

Sobre a possibilidade de ser um treinador de transição, Leonel Pontes lembrou os despedimentos que em quatro jornadas já aconteceram na I Liga e frisou que a profissão que escolheu está constantemente a ser escrutinada.

“Todos os treinadores, e sabemos disso, estão a prazo: dependemos de resultados, de rendimento e de criar dinâmicas positivas para ganhar jogos e atingir os objetivos. Eu dependo dos resultados desportivos como qualquer outro na I Liga”, afirmou o antigo técnico dos sub-23 ‘verde e brancos’, que disse ter recebido o convite com “sentimento de orgulho e gratidão”.

O Sporting defronta o Boavista no Estádio do Bessa, no domingo, a partir das 20:00, em jogo da quinta jornada da I Liga portuguesa. Os ‘axadrezados’ ocupam a quarta posição da tabela, com oito pontos, e os ‘leões’ seguem em sexto, com sete.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.