"Realizámos uma excelente primeira parte e que criou uma certa sensação de euforia, pois o passado recente não tem sido tão positivo. Na segunda parte não entrámos bem". Foi desta forma que Leonel Pontes analisou o empate concedido ante o Rio Ave, depois de ter estado a ganhar por dois golos de diferença.

Enaltecendo a réplica "agressiva" da equipa de Carlos Brito, o técnico interino do Sporting lamentou a falta de capacidade para "segurar o jogo". "Depois do 2-1 e da expulsão do Daniel Carriço, as coisas tornaram-se mais difíceis. Tentámos chegar à frente em lances rápidos, tivemos ainda uma oportunidade, mas não conseguimos concretizar", confessou.

Sobre a saída de Paulo Bento, o seu sucessor provisório esperava dedicar um triunfo. "Todos nós gostávamos de dedicar uma vitória a Paulo Bento. O sentimento é de tristeza e revolta. Temos de lutar contra um sistema instalado e lutar para dignificar a camisola do clube", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto