O líder Benfica tem a tarefa mais difícil no regresso da I Liga, após três semanas de paragem, ao visitar o Belenenses na oitava jornada da prova, na qual os rivais FC Porto e Sporting enfrentam adversários mais acessíveis.

‘Dragões’ e ‘leões’ recebem no sábado duas equipas posicionadas na ‘cauda’ da classificação, o Arouca e o Tondela, respetivamente, enquanto o Benfica terá de visitar no domingo o atual oitavo classificado, ainda sem qualquer derrota no seu estádio e com um novo treinador.

Quim Machado substituiu o espanhol Julio Velázquez - que assumiu o comando técnico do Alcorcón (do segundo escalão espanhol) -, mesmo a tempo de defrontar o Benfica pela sexta vez na carreira, com um balanço não muito animador para o novo técnico dos ‘azuis’, que perdeu todos, na liderança da Oliveirense, Feirense e Vitória de Setúbal.

O tricampeão nacional, que conta por vitórias os quatro jogos realizados na condição de visitante, estará cansado, mas motivado pela vitória por 2-0 obtida na quarta-feira no estádio do Dínamo de Kiev, que o relançou na luta por um lugar nos oitavos de final da Liga dos Campeões.

O treinador Rui Vitória está ainda privado de Jonas, melhor marcador do campeonato na época passada, Rafa, André Almeida e André Horta, todos lesionados, mas já teve uma boa notícia em Kiev, com o regresso do avançado Raúl Jiménez e a convocatória do defesa Jardel, ainda que sem ter sido utilizado.

O FC Porto apresenta-se na máxima força frente ao Arouca, 16.º e antepenúltimo classificado, ainda sem qualquer triunfo fora de casa, e igualmente em alta depois da vitória na Bélgica sobre o Club Brugge, por 2-1, que também lhe valeu reentrar na corrida pelos oitavos de final da ‘Champions’.

O Sporting, em contrapartida, ficou mais longe da fase a eliminar da liga ‘milionária’, ao perder em casa com o Borussia Dortmund, pela mesma margem (2-1), mas encontra no Tondela, 17.º e penúltimo classificado, em plena zona de despromoção, o adversário ideal para regressar aos êxitos.

Tal como o Arouca, o Tondela ainda não conseguiu vencer em terreno alheio, e Alvalade não será o cenário ideal para o conseguir, apesar de o Sporting, terceiro colocado, em igualdade com o FC Porto, ambos a três pontos do Benfica, continuar privado de um dos seus jogadores mais influentes, o médio Adrien.

O Sporting de Braga, quarto classificado, que hoje defronta na Turquia o Konyaspor, para a Liga Europa, fecha a ronda na segunda-feira ao receber o recém-promovido Desportivo de Chaves, sensacional quinto posicionado, que pode até ultrapassar os minhotos, em caso de vitória.

O Vitória de Guimarães, sexto, e o Rio Ave, sétimo, visitam no domingo os recintos do Estoril-Praia e do ‘lanterna-vermelha’ Moreirense, respetivamente, na expetativa de capitalizarem o confronto entre bracarenses e flavienses.

A oitava jornada da I Liga, após a paragem para os jogos de apuramento para o Mundial2018 e a terceira eliminatória da Taça de Portugal, arranca na sexta-feira com o encontro Paços de Ferreira e Nacional, seguindo-se a receção do Marítimo ao Boavista, já com um novo treinador, Miguel Leal, que substituiu Erwin Sanchez.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.