Depois de a LPFP ter registado um lucro de 80 mil euros em 08/09, a temporada anterior tornou-se mais lucrativa, com um valor positivo de 180 630,68 mil euros, de acordo com os dados apresentados no Relatório e Contas, sujeito a discussão e votação na Assembleia Geral de sexta-feira, no Porto.

De acordo com o documento a que a Agência Lusa teve acesso, a Liga apresentou proveitos de 15,3 milhões de euros (contra os 15,1 da época anterior), dos quais praticamente 75 por cento são provenientes dos patrocinadores.

Além disso, a Liga apresenta três milhões de euros em contas bancárias.

Os custos totais foram de 15,2 milhões de euros, um crescimento de 1,5 relativamente ao ano anterior.

O sector arbitragem teve um aumento de nove por cento, nos 3,1 milhões de euros apresentados nos custos com honorários.

A Taça da Liga distribuiu 3,5 milhões de euros aos participantes na competição, enquanto os custos com pessoal, ainda de acordo com o documento, estimaram-se em 1,2 milhões de euros.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.