O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, comentou a forma como Jorge Jesus saiu do clube depois de seis anos no comando técnico dos encarnados, e mostrou-se desiludido com o agora treinador do Sporting.

Em entrevista ao jornal Record, o líder dos 'encarnados' garantiu que, "Jesus nunca manifestou vontade de renovar" com o Benfica, e acreditava "que seis anos fariam a diferença" na escolha do agora técnico leonino.

Questionado sobre Pinto da Costa e as polémicas declarações do líder portista sobre arbitragens, Luís Filipe Vieira considerou que o presidente do FC Porto 'não é a melhor pessoa para falar de arbitragens".

Sobre as eleições na Liga de Clubes, o presidente do Benfica mostrou-se surpreendido pela vontade de vários clubes quererem afastar o atual presidente depois do bom trabalho realizado. "Luís Duque pôs os clubes a trabalhar em conjunto. Porquê mudar?, atirou Luís Filipe Vieira.

Já sobre a contratação de Rui Vitória, Luís Filipe Vieira garante que o técnico "foi contratado para ganhar" e quando questionado sobre a estrutura do futebol do Benfica e a importância do treinador nessa mesma estrutura, o líder encarnado garantiu que o "papel do treinador é fundamental" na organização.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.