Mateus atribuiu a sorte a responsabilidade pela derrota do Boavista frente ao Sporting. O avançado angolano entrou no segundo tempo e fez o tento dos axadrezados, relançando a partida na altura já que colocou o resultado em 1-2, mas o Sporting respondeu no minuto seguinte e fez o 3-1.

Falta de sorte: "Houve um bocadinho de falta de atenção na forma como sofremos o 1º golo. A equipa bateu-se muito bem. Tínhamos a esperança de levar o jogo 0-0 para o intervalo, mas foi azar. Mas mesmo assim conseguimos reentrar no jogo, batemo-nos bem. O Sporting continuou e teve a sorte de voltar a marcar. Reagimos, mas sofremos outro golo num lance quase idêntico, de novo de bola parada. Isso condicionou muito. No fim ficámos sem forças. Tentámos de tudo mas penso que o Sporting foi um justo vencedor".

Sem tempo para saborear o 2-1: "O 2-1 trouxe esperança, queríamos voltar a atacar forte para chegar ao empate rapidamente, mas sofremos o golo logo a seguir. Mentalmente e animicamente fez mossa na equipa. Não conseguimos reagir outra vez e o resultado não se alterou".

O Sporting venceu o Boavista por 3-1, em jogo da 14.ª jornada da I Liga.

Veja o resumo do jogo

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.