“Confirma-se a entorse na tibiotársica direita, mas não é tão grave como se pensava. O Miguel (Pedro) deverá reintegrar os treinos até ao final da semana, mas para o jogo com o FC Porto está em dúvida”, disse à Agência Lusa o médico Pedro Saraiva, do departamento clínico da "Briosa".

Domingo, o jogador saiu de maca, após uma entrada mais viril de Diogo, aos 30 minutos do jogo com o Portimonense (2-1), da terceira eliminatória da Taça de Portugal.

Miguel Pedro foi reencaminhado para os Hospitais da Universidade de Coimbra, para exames complementares de diagnóstico, sendo-lhe confirmada a lesão.

O jogador junta-se ao central Luiz Nunes, a contas com uma lombalgia, treinando ainda de forma condicionada com o fisioterapeuta Miguel Rocha.

O médio Bruno Amaro também recupera de uma cirurgia, ao tendão rotuliano do joelho direito, devendo regressar apenas em Janeiro.

Ao invés, o treinador André Villas Boas já vai poder contar com o médio luso-francês Amaury Bischoff, que recuperou de uma contractura na face posterior da coxa esquerda.

O encontro entre o tetracampeão FC Porto e a Académica, que marca a estreia de André Villas Boas na Liga principal, realiza-se domingo, pelas 20:15, no Estádio do Dragão, no Porto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.