O brasileiro Carlos Mozer, hoje anunciado como treinador da Naval 1.º de Maio, da Liga portuguesa de futebol, vai iniciar funções na próxima semana, devendo ser apresentado terça-feira.

Mozer esteve hoje reunido com o presidente Aprígio Santos, acertando alguns detalhes sobre o vínculo contratual que ligará as duas partes, partindo ao início da tarde para Lisboa, a fim de ultimar pormenores sobre a constituição da equipa técnica que o acompanhará.

Antes disso, o ex-central do Benfica almoçou com o interino Fernando Mira, inteirando-se da situação da equipa e do plantel que vai comandar.

Carlos Mozer será o terceiro técnico da temporada, repetindo-se a temporada de 2005/2006, ano em que a Naval ascendeu à Liga e foi comandada por Manuel Cajuda, Álvaro Magalhães e Rogério Gonçalves.

Mozer iniciou a sua carreira de técnico como adjunto de José Mourinho, na temporada de 2000/2001, no Benfica, quando o actual treinador do Real Madrid orientou a turma das “águias”, tornando-se treinador principal pela primeira vez.

Em Portugal, Mozer notabilizou-se como jogador ao serviço do Benfica, clube que representou em dois períodos – 1987/88 a 1988/89 e entre 1992/93 e 1994/95 -, e pelo qual se sagrou campeão nacional, em 1989 e 1994.

Na sua carreira como jogador representou ainda os brasileiros do Flamengo, entre 1980 e 1987, os franceses do Marselha, entre 1989/90 e 1991/92, e os japoneses do Kashima Antlers, entre 1995 e 1996, contando ainda 36 internacionalizações pelo Brasil.

Fernando Mira, que tem vindo a dirigir a equipa desde o despedimento de Rogério Gonçalves orientou o treino da tarde de hoje e será sob o seu comando que a equipa se apresentará em Alvalade, para defrontar o Sporting, segunda-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.