Marat Izmailov está em Munique, na Alemanha para ser operado ao joelho direito e foi lá que concedeu uma entrevista ao Sovietsky Sport, onde Costinha, directo do futebol dos leões, não é poupado a criticas.

“Prometeu-me assim que houvesse uma proposta de outro clube, iria ouvi-la e deixava-me ir. Mas quando fui ter com ele na posse de propostas sérias, ele recusou. Este é apenas um exemplo. Eu não confio em gente desta”, refere o jogador russo, que não se coíbe de questionar as funções de Costinha.

“Perguntei ao Costinha porque me acusou de estar a fingir a contusão no joelho. Disse que não era nada com ele e que nem sabia do que estava a falar. E perguntei: como vou tratar o joelho? Respondeu-me que o presidente é que decidia, que ele não tinha nada a ver com aquela situação. E eu pergunto: se não sabe de nada o que faz no clube”, frisou Izmailov.

Mas as críticas continuam: "Quanto à direcção, esses rapazes não sabem o que é manter a palavra. O presidente do Sporting prometeu-me, há um ano, rever as condições do meu contrato para melhor, mas depois esqueceu as suas palavras. E não se pode recordar até agora”.

O médio por mesmo ser operado esta quarta-feira, em Munique e quando questionado sobre a recuperação de três meses avançada pelo Sporting, diz que “é uma hipótese”.

“As coisas só ficarão mais claras depois da operação. Talvez seja um período mais curto. Vou fazer reabilitação, exercícios específicos para o reforço muscular”, explicou, acrescentando “confiar totalmente” no médico que o vai operar, Ludwig Seebauer.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.