“Acima de tudo viu-se um Braga que depois de ter chegado ao 2-0 sentiu uma intranquilidade muito grande. Falhou a qualidade de passe e deixou de ter a bola, não sei o que se passou. Não se entende como passámos do oitenta para o oito como aconteceu”, disse Domingos Paciência em conferência de imprensa, após o empate a dois na Mata Real.

Depois das críticas à sua equipa, o técnico do Sporting de Braga elogiou a equipa adversária.

“O Paços chega à igualdade por mérito próprio. Sabíamos que íamos encontrar um Paços de grande contenção, com um bloco baixo, a jogar a bola lá para cima, a aproveitar segundas bolas, e a minha equipa quando se apanhou a ganhar não teve tranquilidade. Teve situações para fazer o 3-0 e não teve tranquilidade para as concretizar, e quando assim é acaba-se por sofrer”, sublinhou.

O Sporting de Braga empatou, este domingo, a dois golos com o Paços de Ferreira, no Estádio da Mata Real, em jogo da quinta jornada da I Liga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.