A apresentação do médio Alberto Zapater, por quem o Sporting despendeu dois milhões de euros (no âmbito do negócio de Miguel Veloso com o Génova), serviu também para Costinha fazer uma defesa do rigor financeiro dos leões no mercado de transferências.

"Não vão ser mudanças só porque nós queremos. Tem de ser algo significativo. Se for alguém que acrescente qualidade e que seja viável, iremos pensar. Não vamos é hipotecar a saúde financeira do clube", afirmou o responsável do Sporting.

O plantel actualmente ao dispor do treinador Paulo Sérgio parece deixar a estrutura leonina confiante, mas Costinha não descarta mais reforços, apesar da satisfação geral. "Até ao momento, e como já disse, o treinador está satisfeito com o que tem e isso deixa-me também satisfeito", sublinhou o director leonino esta tarde no Estádio José Alvalade.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.