O treinador do Tondela, Natxo González, disse hoje que “o fator emocional pode ser o maior problema” e o “mais decisivo” frente ao Belenenses SAD, em jogo da 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

“É mais decisivo o aspeto emocional. Tudo é importante, mas na hora da verdade, é muito importante gerir bem as emoções para tomar boas decisões. Passa-se o mesmo na vida, quando tens dificuldades é bom que tenhas um controlo emocional, ou não, para tomar uma ou outra boa decisão e no jogo é a mesma coisa. É muito decisivo o fator emocional”, defendeu Natxo González.

Em videoconferência de antevisão ao jogo da 29.ª jornada, que se disputa na quarta-feira, às 19:00, na Cidade do Futebol, em Oeiras, o técnico espanhol disse que, comparando o Tondela do reinício da temporada com o que jogou frente ao Paços de Ferreira, com quem perdeu na última jornada (3-1), é preciso “corrigir a cabeça”.

“Não enfrentámos bem o jogo emocionalmente e, mesmo agora, esse pode ser o maior problema. (...) Quando não se encontra um nível ótimo de ativação, a tomada de decisões não é a correta, tanto nas decisões defensivas como ofensivas, e [com o Paços de Ferreira] não enfrentámos o jogo emocionalmente bem e esse é o nosso principal inimigo”, admitiu.

Natxo González não escondeu a importância do jogo desta quarta-feira, frente ao Belenenses SAD, até porque, “é um rival que também está a jogar para pontos importantes” na luta pela manutenção, em que as duas equipas estão separadas por um ponto.

“Vai tentar ganhar como nós, portanto, será [um jogo com] máxima intensidade e, em teoria, máxima igualdade e vamos a ver se somos capazes de superar o adversário. (...) Eles sentem que é a oportunidade de somarem três pontos importantes, como sentimos nós (…) e o que melhor gerir o nível emocional será o vencedor”, considerou.

O técnico dos beirões admitiu ainda que o facto de já decorrerem negociações com jogadores e clubes é uma “situação que inquieta”, mas também lembrou que “é um final de campeonato atípico” e os seus “jogadores são bons profissionais”, com “boa dedicação”.

Questionado sobre o seu futuro no único clube da Beira Alta a disputar a I Liga, Natxo González disse que essa questão “agora não é importante” e que tem contrato com o clube para mais uma época.

“Ficarei em Tondela se o Tondela me quiser. Se não irei para o meu país”, afirmou o técnico espanhol.

O Tondela, 16.º classificado, com 29 pontos, vai na quarta-feira, pelas 19:00, à Cidade do Futebol, em Oeiras, enfrentar o Belenenses SAD que contabiliza mais um ponto, 30, na 15ª posição, em encontro da 20.ª jornada da I Liga de futebol.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.