Depois de conquistar o tão desejado título pelos encarnados, Jorge Jesus quer continuar a ganhar, recordando os momentos de sucesso do ano passado.

“Foi uma emoção enorme, porque o Benfica não era campeão há cinco anos e nas 19 épocas anteriores só tinha conquistado o título de 1994. Isso criou uma onda de identidade e de paixão” e os adeptos “voltaram a vibrar e a adorar a equipa. O Benfica é mais do que um clube em Portugal, é quase uma religião”, considera.

Nesta entrevista, o treinador das águias falou também dos objectivos da águia no regresso à Champions:

“O Benfica tem grandes ambições na Liga dos Campeões. O nosso objectivo é ultrapassar a fase de grupos e ganhar identidade na Europa, como já tivemos no passado. O Benfica não participava há alguns anos na Champions e, agora, temos de aproveitar esta oportunidade”, sublinha.

Jorge Jesus tem também a ambição de vingar como treinador na Europa e sabe que este é também o desejo dos adeptos.

“O Benfica habitou os adeptos a conquistar títulos e ficam satisfeitos quando ganhamos na Liga dos Campeões. Querem que a equipa vá o mais longe possível, o que significa chegar aos quartos-de-final, meias-finais e final. Os treinadores do Benfica têm sempre esta pressão, que resulta do passado do clube, mas sabemos que podemos ir longe na prova”.

A terminar, Jorge Jesus deixa uma promessa:

“Consideramos que estamos ao nível dos melhores e queremos fazer história na edição deste ano.”

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.