Roberto confessou em declarações à TVI que os momentos menos bons vividos no arranque da temporada pelo Benfica também lhe deram alguns ensinamentos. "Quando assinei contrato de cinco anos, disse que era para cumprir. E quando alguém assina por um clube tão grande tem de estar preparado para tudo, tanto de bom como de mau. O início não correu como gostaria, mas isso também serviu para aprender", afirmou.

Para o guardião espanhol, que custou 8,5 milhões de euros ao Benfica, a inversão do rumo dos acontecimentos deu-se com o V. Setúbal, em que saltou do banco para defender um penálti, na terceira jornada da Liga. "Pode parecer estranho mas foi o momento em que estive mais tranquilo em toda a época porque tinha as coisas claras e sabia o que fazer. Tudo aconteceu da melhor maneira e a partir daí o Benfica também começou a fazer as coisas muito melhor", frisou.

Roberto sofreu seis golos nas primeiras nove jornadas, sendo que todos aconteceram até à quarta jornada, mantendo as redes da sua baliza intactas há cinco partidas. Amanhã terá o teste mais difícil desta temporada, diante do FC Porto. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.