É verdade que desde que regressou a Portugal para representar o FC Porto, Liedson tem estado mais tempo no banco de suplentes a olhar para os seus colegas a jogar no relvado.
Mesmo com Jackson Martínez a continuar a oferecer excelentes réplicas de confiança a Vítor Pereira, sempre que é chamado, Liedson não consegue oferecer bons argumentos ao treinador do FC Porto para apostar nele.
Contudo, e desde que chegou ao futebol português (2003/2004 para representar o Sporting), Liedson marcou 172 golos em 313 jogos em todas as competições.
A poucas horas do encontro entre o FC Porto e o Benfica, Vítor Pereira deverá olhar para estes números e reparar que o "levezinho" tem 11 golos marcados contra os encarnados: oito para o campeonato, dois para a Taça de Portugal e um para a Taça da Liga.
Mesmo perante este cenário, não será provável que o treinador portista aposte em Liedson desde o início, mas deverá estar consciente que tem uma "arma poderosa" no banco de suplentes.
O FC Porto, segundo classificado com 72 pontos, recebe, este sábado a partir das 20h30, o líder Benfica (com mais dois pontos) no Estádio do Dragão, em jogo da 29.ª e penúltima jornada do campeonato português. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.